A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

23/11/2015 10:21

Comércio define horário especial e associação pede fim do pessimismo

Helio de Freitas, de Dourados
Lojas de Dourados iniciam dia 1º o horário especial para tentar aumentar vendas para o Natal (Foto: A. Frota/Divulgação)Lojas de Dourados iniciam dia 1º o horário especial para tentar aumentar vendas para o Natal (Foto: A. Frota/Divulgação)

Mesmo afetado pela crise do país, o comércio se esforça para aumentar as vendas no período de Natal e inicia no dia 1º de dezembro o horário especial de funcionamento das lojas em Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande.

De acordo com o calendário definido pelo Sindicom (Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista de Dourados), de 1º a 4 de dezembro as lojas funcionam das 8h às 20h. No dia 8 de dezembro, feriado municipal (dia da padroeira da cidade, Imaculada Conceição), o comércio permanece fechado.

De 9 a 23 de dezembro as lojas funcionam diariamente das 8h às 22h. No dia 20 de dezembro, feriado pelo aniversario de 80 anos de Dourados, as lojas abrem das 9h às 18h. Nos domingos 6 e 13 de dezembro o comércio funciona das 9h às 18h.

Nos dias 24 e 31 de dezembro o comércio funciona das 8h às 18h, fecha no Natal, no 1º e 2 de janeiro de 2016. O fechamento no dia 2 de janeiro é para compensar a abertura no feriado de 20 de dezembro. As lojas voltam a funcionar no dia 3 de janeiro.

As lojas do Shopping Avenida Center abrem no feriado de 8 de dezembro das 14h às 20h e no dia 20 de dezembro das 10h às 22h. Nos dias 21, 22 e 23 de dezembro o shopping funciona das 10h às 23h. Nos dias 24 e 31 as lojas abrem das 10h às 19h e fecham nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro.

Sem pessimismo – Na contramão de pesquisas recentes indicando queda no faturamento do comércio no final de ano, a Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados) prevê aumento das vendas em relação a anos anteriores. Na avaliação do presidente da entidade, Antônio Nogueira, os dados recentes comprovam que o comércio local ainda se mantém “forte e pujante” apesar da crise na economia nacional.

“Não podemos nos abater diante de previsões pessimistas que rondam o Brasil e outras economias próximas de nossa cidade. Não devemos olhar apenas para uma possível perspectiva ruim e valorizar o que nosso comércio tem de bom”, afirmou.

Segundo ele, mesmo diante de uma situação econômica desfavorável no país, o comércio douradense ainda se sustenta e tem mantido bons índices. Nogueira cita como exemplo o alto índice de abertura e expansão de empresas nos últimos meses.

Conforme a Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul), no período de 45 dias entre setembro e outubro foram abertas 250 novas empresas em Dourados. “O comércio de Dourados é pujante e não foi impactado pela queda nos negócios. Estamos otimistas e a expectativa para este Natal é muito boa”, afirmou Nogueira.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions