A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

19/02/2018 12:38

Governo mantém ações que facilitam o acesso aos créditos do FCO

Deliberações do conselho que rege o fundo em MS foram publicadas hoje no Diário Oficial do Estado

Ricardo Campos Jr.

O Ceif-FCO (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) decidiu manter as mesmas diretrizes e deliberações normativas adotadas em 2017 para facilitar o acesso ao crédito. A decisão foi tomada na última reunião do grupo e publicada nesta segunda-feira (19) em Diário Oficial.

Segundo a assessoria de imprensa da Semagro (Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), essas ações envolvem a desburocratização e flexibilização como a autonomia do Banco do Brasil para aprovar projetos de até R$ 1 milhão sem a necessidade de aprovação pelo colegiado.

Os dados mais recentes mostram que Mato Grosso do Sul já contratou R$ 27 milhões em recursos do FCO neste ano e tem outros R$ 55 milhões em fase de contratação entre os segmentos rural e empresarial.

De acordo com o Banco do Brasil, há R$ 1,020 bilhão em projetos internalizados, ou seja, em tramitação. Destes, R$ 487 milhões são do rural e R$ 533 do empresarial. Todo o dinheiro disponível em 2017 para esses dois setores foram contratados e este ano estão disponíveis R$ 2,2 bilhões para este ano.

Contudo, a mudança na taxa de juros para TLP (Taxas de Longo Prazo) deve comprometer a adesão. Essa regra já está valendo para o setor empresarial e muda para o rural no segundo semestre.

A forma antiga de taxar os empréstimos era estabelecida a cada três anos pela União com base na meta de inflação anual com percentuais mais baixos do que a taxa básica da economia, que é usada como referência no mercado. A TLP, por sua vez, vai se igualar a esse índice mais alto em cinco anos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions