A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 24 de Agosto de 2019

13/06/2019 16:35

MS lidera Centro-Oeste em oferta de geração para leilão de energia

Estado cadastrou 15 projetos que, juntos, tem capacidade instalada para produzir 964 MW

Jones Mário
Estado ficou à frente de Goiás e Mato Grosso em oferta de geração para leilão de energia (Foto: Divulgação/Agepan)Estado ficou à frente de Goiás e Mato Grosso em oferta de geração para leilão de energia (Foto: Divulgação/Agepan)

Previsto para o dia 17 de outubro, o Leilão de Energia Nova “A-6” de 2019 terá 15 projetos de Mato Grosso do Sul que, juntos, tem capacidade instalada para geração de 964 MW. A oferta total cadastrada pelas iniciativas do Estado é a maior do Centro-Oeste.

De acordo com a EPE (Empresa de Pesquisa Energética), os projetos de Mato Grosso do Sul estão distribuídos em oito usinas fotovoltaicas, com oferta de geração de 450W; duas PCHs (Pequenas Centrais Hidrelétricas), com capacidade de 48 MW; quatro térmicas a biomassa, aptas a produzir 200 MW; e uma térmica a gás natural, capaz de gerar 266 MW.

Em Goiás, foram cadastrados 12 projetos, com oferta de 313 MW, enquanto em Mato Grosso foram 13 projetos (375 MW).

Atualmente, Mato Grosso do Sul pode produzir até 2,5 GW de energia, dos quais 2,2 GW oriundos de 49 usinas termelétricas e 0,3 de 33 unidades hidrelétricas.

Anunciado pelo Ministério de Minas e Energia em maio deste ano, o leilão programado para outubro bateu recorde de projetos cadastrados, com 1.829. A oferta total soma 100,8 GW, dos quais cerca de 41,7 GW de empreendimentos termelétricos a gás natural, 29,7 GW de usinas fotovoltaicas e 25,1 GW de geradores eólicos.

De acordo com a EPE, as fontes eólica e solar fotovoltaica foram as que apresentaram as maiores ofertas de projetos cadastrados, com 845 e 825 cada, respectivamente.

A contratação de novos empreendimentos de geração nesse leilão ainda depende da demanda das distribuidoras.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions