ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 14º

Economia

Nova fase do Desenrola pode ajudar 72 mil pequenos negócios de MS

Expectativa é de que o projeto seja lançado ainda no primeiro trimestre deste ano

Por Izabela Cavalcanti e Antonio Bispo | 16/02/2024 12:23
Pequenas empresas abertas na Rua da Divisão (Foto: Henrique Kawaminami)
Pequenas empresas abertas na Rua da Divisão (Foto: Henrique Kawaminami)

A criação de um Desenrola para pequenas empresas ainda não saiu do papel, mas a ideia já tem animado microempreendedores. O ministro do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, Márcio França, está com expectativa de lançar o projeto ainda neste trimestre.

Segundo ele, essa versão prevê contemplar dívidas do Pronampe (Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte). França não descartou que o programa seja implementado em fases.

De acordo com dados do Serasa compilados até outubro do ano passado, em Mato Grosso do Sul, pelo menos 72.072 micro e pequenas empresas estão inadimplentes. Se comparar com janeiro do mesmo ano, o aumento foi de 5,57%, saindo de 68.268.

O universo das pequenas empresas no Estado chega a 278.584, conforme repassado pelo Sebrae com base na Receita Federal. Deste total, 157.379 são MEI (Microempreendedor Individual); 102.085 ME (Microempresa); e 19.120 EPP (Empresa de Pequeno Porte).

Gráfico mostra quantidade de micro e pequenas empresas inadimplentes em MS (Arte: Lennon Almeida) 
Gráfico mostra quantidade de micro e pequenas empresas inadimplentes em MS (Arte: Lennon Almeida)

Para Maria Nazaré Ferreira, de 51 anos, o programa vai dar tranquilidade para quem tem um negócio aberto. Há 2 anos ela abriu uma loja no ramo de vestuário.

“Se tiver isso para pequenos empresários vai ser ótimo para todo mundo. Com a loja não tenho nenhum tipo de dívida, mas isso pode acontecer a qualquer hora. E saber que existe, dá uma tranquilidade”, pontuou.

Ela lembra ainda que no Desenrola Brasil, programa de renegociação de dívidas para pessoas físicas, conseguiu negociar dívida de cartão de crédito obtendo desconto de R$ 1 mil.

Na visão do vice-presidente da ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande), Omar Aukar, a criação do programa para auxiliar este setor proporciona mais longevidade ao negócio.

"A criação de um programa que auxilie pequenas empresas a negociarem débitos é de grande importância para tentar amenizar a agonia de milhares de empreendedores que se encontram em situação de inadimplência com seus negócios. Isso pode promover um alívio da pressão financeira e ajudar no resgate econômico e na longevidade das empresas que são tão importantes para a geração de emprego e renda", destacou.

Desenrola Brasil – O programa começou em julho do ano passado e foi prorrogado até 31 de março de 2024.

A primeira fase começou com a retirada automática de dívidas de até R$ 100 dos cadastros de inadimplentes.

Além disso, também tiveram início as negociações feitas diretamente pelos bancos credores, na faixa 2 do programa, com pessoas com renda mensal de até R$ 20 mil, que tem dívidas até 31 de dezembro de 2022.

Até o dia 8 de dezembro, foram 10.493 mil CPFs negociados em Campo Grande, com um volume de mais de 12 mil transações, totalizando R$ 7.497,017 milhões em valores renegociados.

A novidade agora é que os usuários que entrarem no sistema da Serasa poderão ser direcionadas ao site do programa Desenrola. Antes, o acesso ocorria exclusivamente pela plataforma Desenrola.Gov.br.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias