ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  03    CAMPO GRANDE 21º

Economia

Pedidos de seguro-desemprego crescem 16,20% em relação a junho de 2019

Já em relação ao mês de maio, quando o reflexo da pandemia foi mais intenso, o número de pedidos caiu mais de 20%

Por Gabriel Neris | 09/07/2020 16:44
Solicitações pela internet cresceram diante da pandemia (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)
Solicitações pela internet cresceram diante da pandemia (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)

Os pedidos de seguro-desemprego apresentaram queda de 20,57% em junho em Mato Grosso do Sul na comparação com o maio. Foram 8.583 solicitações no sexto mês de 2020, enquanto no período anterior 10.807 trabalhadores entraram com pedido de seguro.

Mas de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira (9) pelo Ministério da Economia, junho apresentou aumento de 16,20% em comparação com o mesmo mês do ano passado (7.386 pedidos).

Se a comparação for com período maior, o avanço não é tão significativo. No primeiro semestre deste ano, atingido em cheio pela pandemia, foram 54.170 solicitações. Enquanto de janeiro a junho do ano anterior foram 52.741, acréscimo de 2,70%.

Outro reflexo da pandemia foi a forma de acesso ao benefício. Enquanto em junho do ano passado, somente 31 solicitações (0,4%) foram feitas pela internet, no mesmo mês deste ano os pedidos on-line representaram 33,5% do total, resultado da pandemia da covid-19.

O seguro-desemprego oferece auxílio em dinheiro ao trabalhador que foi demitido por período determinado. Ele é pago de três a cinco parcelas de forma contínua ou alternada, de acordo com o tempo trabalhado.