A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

22/01/2013 08:40

Termelétrica retoma operação por 60 dias em Campo Grande

Aline dos Santos
Usina vai funcionar por dois meses. (Foto: Divulgação)Usina vai funcionar por dois meses. (Foto: Divulgação)

Coma a operação suspensa desde 13 de dezembro, a usina termelétrica William Arjona, em Campo Grande, foi autorizada a funcionar por 60 dias. De acordo com a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), a retomada da operação comercial vai de 14 de janeiro a 14 de março. Conforme a agência, o prazo de dois meses corresponde ao período em que a termelétrica terá gás natural para operar. A potência instalada da usina é de 206.350 kw (quilowatt).

Responsável pela termelétrica, a Tractebel Energia trava disputa judicial com a Petrobras pelo preço do gás. A empresa justifica que tem direito a preço inferior, conforme a legislação do PPT (Programa Prioritário de Térmicas), criado pelo governo federal.

“O preço que a Petrobras quer aplicar é muito superior ao estabelecido no PPT. Já tentamos negociar este preço, mas sem sucesso”, afirmou o presidente da Tractebel, Manoel Zaroni Torres, em entrevista concedida ao Campo Grande News no mês passado.

A empresa buscava autorização para funcionar a óleo diesel. A usina foi a primeira movida a gás natural no Brasil, dentro de um plano de diversificação da matriz energética. Ela complementa o suplemento energético no Estado, sendo a produção demandada pelo ONS (Operador Nacional do Sistema) em caso de aumento do consumo de energia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions