A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

30/07/2013 14:47

Operário irá jogar no Morenão, mas terá problemas com datas de 4 times

Portuguesa, Campo Grande e o Guaicurus já tem jogos marcados no estádio. MS Saad corre por fora

Helton Verão
Enfim problema do Galo com o Morenão foi resolvido, de acordo com a diretoria (Foto: Arquivo / Campo Grande News)Enfim problema do Galo com o Morenão foi resolvido, de acordo com a diretoria (Foto: Arquivo / Campo Grande News)

O Operário Futebol Clube irá voltar a mandar seus jogos no estádio Morenão após dois anos afastado do futebol profissional. A informação foi confirmada hoje pelo presidente do clube, o Toni Vieira, que acertou o pagamento das dívidas que tinha com a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), que é responsável pelo local. Agora o empecilho pode ser outro, o conflito de datas para atuar no estádio com os outros três times já confirmados para fazer seus mandos no estádio, a Portuguesa, Campo Grande e o Guaicurus.

O alerta foi feito FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul), que já avisou que não irá alterar as datas e horários das partidas da Portuguesa e do Guaicurus, por estarem marcados desde o início e antes que o Galo. “Existe esse problema de datas, o Operário vai ter que escolher outros horários e dias para seus jogos, várias partidas estão marcadas para o mesmo horário que Portuguesa e Guaicurus, vão falar de novo que estamos de marcação com eles, mas os dois clubes tem a preferência”, respondeu o vice-presidente da FFMS, Marco
Antonio Tavares.

Já o presidente do Galo, Toni Vieira, diz não estar preocupado com os avisos da FFMS e que irá decidir os melhores horários conforme as emissoras de rádio pedirem. “Não estou preocupado com a Federação, ainda nem protocolei a autorização que recebemos do Morenão e eles estão preocupados com nossos jogos. Vou conversar com as pessoas do rádio para saber que horário é melhor pra eles, o Operário é a maior audiência de Campo Grande”, comenta o presidente.

Sobre o acordo com a UFMS, Toni divulgou a seguinte nota: "Assumimos um compromisso e vamos trabalhar para cumprir. Acreditamos na participação dos nossos torcedores e o apoio da imprensa local, pois o Galo em Campo Grande será bom para todos, quero deixar bem claro que o Operário é um Clube independente não contamos com apoio e nenhuma parceria com a Federação de Futebol. Sempre cumprimos todos os requisitos dentro das leis e das normas, vamos aguardar agora as participações expressivas do nosso torcedor", publicou.

Outro clube que corre por fora para poder jogar no Morenão é o MS Saad, que tem a situação idêntica a que tinha o Operário, possui dívidas com a UFMS e precisa quita-las para poder utilizar o estádio. “Eles ainda não regularizaram a situação deles até o momento, assim que acontecer deverão procurar horários e datas diferentes como o Operário das partidas já marcadas para o Morenão”, ressaltou Tavares.

Reforços - O clube já havia apresentado boa parte do seu grupo e diz que irá contar com 24 jogadores. Mas três se juntaram ao grupo, os meias Gigio e Andrinho (que jogaram o estadual pelo Comercial) e o lateral direito Magno. 

Outros atletas confirmados pelo clube é o zagueiro Reinaldo, que também atuou pelo Comercial no Estadual da Série A deste ano e que fazia parte do elenco que foi rebaixado em 2011 com o próprio Galo.

Foram confirmados também o goleiro Alex; os zagueiros Adrian, Alexandre, Frankilin e Marcelo Priori; o lateral esquerdo Guilherme; os volantes Bruno e Bruno Carioca; os meias Doldan, Lincoln; os atacantes Levi, Amaral, Michel, Luan e Alex.

Os jogadores irão treinar as terças e quintas-feiras no campo do bairro da Coophavila e as quartas e sextas-feiras em Terenos. 

Sobre o técnico, o clube está entre três nomes, Edson Maehler, dispensado do Águia Negra na Série D do Brasileirão, o ex-jogador Alex Oliveira e Marcos Mesquita, que teve passagem pelo América-RJ e foi gerente de futebol no Operário em 2005.

Indefinição na estreia - O Campeonato Sul-Mato-Grossense da Série B começa no dia 17 de agosto, a estreia do Galo seria contra o Sidrolândia, mas a equipe do interior desistiu da competição.

A FFMS diz que irá apenas excluir da tabela as partidas dos clubes desistentes. O Nova Andradina é outro clube que ameaça desistir, a estreia da equipe está marcada o mesmo dia 17, contra o Guaicurus, no Morenão.

Completam a primeira rodada Ubiratan e União no Douradão. No domingo (18) Coxim e Costa Rica no André Borges; Camapuã e Portuguesa no Carecão; e Campo Grande e MS Saad no Morenão.

Os times estão divididos em três chaves com quatro equipes. As duas melhores de cada se classificam e se dividem por mais dois grupos:1ºA, 2ºB e 1ºC e no outro: 1ºB, 2ºA e 2ºC. Eles jogam entre si, em jogos de ida e volta (turno e returno), classificando-se para a próxima fase a melhor equipe de cada um, definindo assim os finalistas.



Ai sim, isso é uma boa notícia, deveria ter ficado na capa do site, iria encher de comentários. Agora vamos fazer nossa parte e contribuir com o time na arquibancada... Agora vem a segunda luta: libera a cerveja no estádio, rsrsrs
 
Clodoaldo Rocha em 30/07/2013 21:00:24
Essa federação do mato grosso do sul é uma vergonha, infelizmente o futebol daqui está falido..
 
odevair de brito oliveira em 30/07/2013 18:45:35
Dias atrás li uma reportagem que o Operário ia jogar no interior pois não tinha como jogar no Morenão. Fiz um comentário à época que isso era muito triste pois o Operário e o Morenão são praticamente "sinônimos". Lendo agora que isso foi resolvido e vou poder ver o meu Galo na arquibancada do Morenão é muito legal ! Vamos lá torcida do Galo, o time vai precisar do nosso apoio !
 
Guilherme Fonseca em 30/07/2013 15:32:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions