A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

22/11/2013 11:47

Torcedores acompanham treino e querem vitória para coroar título

Aliny Mary Dias
Torcida foi até o Morenão para acompanhar de perto o treino do Palmeiras (Foto: Marcos Ermínio)Torcida foi até o Morenão para acompanhar de perto o treino do Palmeiras (Foto: Marcos Ermínio)

O rachão entre os titulares e reservas do Palmeiras tanto para reconhecimento do gramado do Estádio Morenão quanto para os últimos ajustes da equipe que enfrenta o Ceará, neste sábado (23), começou por volta das 10 horas de hoje. Cerca de 300 torcedores acompanharam a movimentação das arquibancadas e querem a vitória para coroar a campanha que garantiu o acesso a serie A do Brasileirão.

Júnior Camargo, de 29 anos, é torcedor fanático do alviverde e viaja pelo menos três vezes por ano para acompanhar as partidas do clube em São Paulo. Apesar do ano difícil na série B, o campo-grandense não mediu esforços para acompanhar o clube.

“É uma paixão muito grande, todo ano eu viajo para assistir meu time. Hoje eu faltei o trabalho para assistir o treino, mas deixei tudo avisado para o chefe”, brinca o vendedor.

Além de levar a irmã Jaqueline Camargo, de 24 anos, para assistir o treino. O filho e o sobrinho, ambos de 3 anos, viram pela primeira vez o time do coração ao vivo e a cores. “Para eles é muito importante porque começam a torcer desde pequenos. Eu queria ter tido essa oportunidade antes”, conta a jovem.

Pais levaram Milena de dois meses e querem uma camisa do Valdivia (Foto: Marcos Ermínio)Pais levaram Milena de dois meses e querem uma camisa do Valdivia (Foto: Marcos Ermínio)

Quem também levou criança para acompanhar o treino foi o casal Glauco de Medeiros, 29 e Paula Beatriz, de 24 anos. Com um cartaz nas mãos pedindo uma camiseta para o craque Valdivia, os pais levaram a pequena Milena, de apenas dois meses, para o estádio.

“É a primeira vez que ela vem ao estádio. Tudo que a gente quer é uma camisa do Valdivia para lembrar desse momento e uma vitória amanhã”, diz Glauco.

Entre os que gritavam para chamar a atenção dos jogadores ou incentivar durante o rachão estava Arlindo Pires, de 79 anos. O idoso percorreu 163 quilômetros de Rio Brilhante até a Capital só para assistir ao treino e ao jogo. E o mais curioso é que o idoso que se diz apaixonado por esporte nem palmeirense é.

“Eu sou santista, mas fiz questão de vir pra cá para acompanhar o futebol. Eu amo esporte e acompanho as partidas no Morenão desde o anos 60, não poderia ficar de fora agora. Espero que o Palmeiras vença amanhã”, conta Arlindo.

Seo Arlindo viajou de Rio Brilhante até Campo Grande e não torce para o Palmeiras (Foto: Marcos Ermímio)Seo Arlindo viajou de Rio Brilhante até Campo Grande e não torce para o Palmeiras (Foto: Marcos Ermímio)
Primos de 3 anos já adoram o Palmeiras (Foto: Marcos Ermínio)Primos de 3 anos já adoram o Palmeiras (Foto: Marcos Ermínio)

Esforço – Da mesma leva dos que não torcem pelo alviverde paulista é o João Luiz, de 52 anos. O torcedor do grêmio estava infiltrado na torcida palmeirense por um bom motivo. “A gente faz tudo por um filho e o meu é doente pelo Palmeiras”, brinca.

Para o filho sortudo, Robson Oliveira, de 21 anos, o esforço do pai é reconhecido. “Ele acompanha sim, mas amanhã, na hora do jogo, eu vou vir sozinho. Tenho certeza que iremos vencer”, completa o jovem.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions