18/10/2018 18:49

Garoto que se feriu ao dar tiro dentro de escola recebe alta da Santa Casa

Aluno do Colégio Adventista foi acompanhado pelos pais no hospital; Sejusp vai apurar omissão

Humberto Marques
Garoto foi para a sala de aula escondendo arma; caso recebeu atendimento das forças de segurança. (Foto: Paulo Francis/Arquivo)Garoto foi para a sala de aula escondendo arma; caso recebeu atendimento das forças de segurança. (Foto: Paulo Francis/Arquivo)

Recebeu alta nesta quinta-feira (18) na Santa Casa de Campo Grande o garoto de 9 anos que, na tarde anterior, feriu-se com um tiro na perna por ele mesmo disparado dentro do Colégio Adventista, no Centro da Capital. Conforme apurado pela reportagem, o disparo atingiu de forma superficial um de seus tornozelos.

Após uma pequena sutura, ele teve alta por volta das 14h30 desta quinta, permanecendo ao longo de 24 horas acompanhado dos pais.

Os fatos ocorreram por volta das 16h30 de quarta-feira e levaram vários pais à porta da escola, a fim de obterem mais informações, e causaram confusão no trânsito. A Polícia Militar foi acionada.

O garoto levou uma pistola .640, carregada com munição .40 –pertencente ao pai do aluno, perito médico legista da Polícia Civil, e que é particular e legalizada, segundo a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública– dentro da lancheira para a sala de aula. Em certo momento, houve o disparo.

A pasta anunciou que vai apurar se houve omissão do servidor –que tinha posse e porte de arma e, segundo o secretário Antônio Carlos Videira, não tinha histórico negativo. Serão duas frentes de apuração: uma da Polícia Civil e outra administrativa.

imagem transparente