A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


24/09/2014 06:00

Nova pesquisa pode acabar com a dúvida sobre segundo turno

Edivaldo Bitencourt

Impasse – O prefeito Gilmar Olarte (PP) não conseguiu sensibilizar os professores sobre a difícil situação da Prefeitura de Campo Grande. Ele mantém a proposta de escalonar o reajuste de 8,46%, mas os docentes querem receber tudo à vista, como está previsto na lei aprovada em 2012.

Despistar – Assessores do prefeito fizeram de tudo para despistar a imprensa sobre a reunião entre Olarte e a diretoria da ACP (sindicato dos professores). Inicialmente, eles informaram que o encontro tinha sido suspenso. Depois confirmaram o encontro no Paço, mas a reunião ocorreu no gabinete da Esplanada.

Data – Apesar da crise financeira, Olarte anunciou, ontem, que só vai começar a cortar os cargos comissionados em outubro. Ele começa, oficialmente, a reduzir o número de comissionados no dia 1º.

Na corda bamba – Dois secretários continuam como interinos na administração municipal. Ontem, Olarte admitiu que estuda, ainda, substituir a titular da Secretaria Municipal de Obras, Kátia Castilho, e da Secretaria de Meio Ambiente, João Alberto Borges.

Reforma – Com seis meses no cargo, o prefeito já se movimenta para promover a primeira reforma no primeiro escalão. O único cotado para assumir um cargo é o braço direito de Olarte, Cezar Afonso, que até se converteu e batizou na igreja do chefe do Executivo.

Participação – Praticamente alheio à campanha eleitoral, o governador André Puccinelli (PMDB) apareceu no horário eleitoral. Ele pediu votos para duas candidatas a deputada federal: Carla Stephanini e Eloir, ambas do PMDB.

Ilustre – A ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci de Oliveira, vem à Capital para receber o título de visitante ilustre. A homenagem será entregue pelo presidente do legislativo, Mario Cesar (PMDB) e foi proposta por Carla Stephanini. A entrega acontece a partir das 9h.

Onda de boas – O ex-governador e vereador Zeca do PT está em uma onda de boas notícias. Após pesquisa indicá-lo como o mais votado para a Câmara dos Deputados, ele se livrou na Justiça das ações criminais no escândalo da publicidade. O petista ainda é alvo de ações de improbidade administrativa.

Debate – Nesta quarta-feira, a partir das 9h, os candidatos a governador tem mais um confronto. Eles participam do debate promovido pela Fetems. Na sexta-feira, acontece o da TV Guanandi e SBT MS. O último será o debate da TV Morena. As denúncias de corrupção devem marcar os confrontos.

Pesquisa – Se não for proibida pela Justiça, a pesquisa do Ibope promete por fim às dúvidas sobre a possibilidade de segundo turno nas eleições de Mato Grosso do Sul. O levantamento será divulgado na sexta-feira pela TV Morena.

(colaborou Leonardo Rocha)

 

Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions