ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUARTA  01    CAMPO GRANDE 20º

Comportamento

Kombi do Scooby e Fuscão resumem sintonia de casal de advogados

Diferente do desenho, Max e Maria não querem solucionar mistérios, e sim, curtir um bom passeio

Por Jéssica Fernandes | 25/11/2021 08:27
Kombi de 2006 inspirada no famoso desenho. (Foto: Arquivo Pessoal)
Kombi de 2006 inspirada no famoso desenho. (Foto: Arquivo Pessoal)

O casal de advogados Max Lázaro Trindade Nantes, 49 anos, e Maria Caroline Carloto Nantes, 41 anos, ama comprar itens “únicos”. A qualidade em comum é um dos laços que mantém firme a relação e cria situações inéditas.

A última aventura os dois foi um comprar um Fusca 1976 e uma Kombi 2006. O primeiro veículo é lindo, mas o segundo é que tem o “diferente” que eles tanto admiram. A Kombi é igual a do famoso desenho que marcou a infância de muitas pessoas, o Scooby-Doo.

Ao contrário dos personagens da animação, a dupla não circula nas ruas da cidade para solucionar mistérios e caçar monstros. O que Max e Maria gostam mesmo é realizar um passeio tranquilo, curtindo a companhia um do outro.

Interior do veículo tem cortinas, tapetes e decorações temáticas. (Foto: Arquivo Pessoal)
Interior do veículo tem cortinas, tapetes e decorações temáticas. (Foto: Arquivo Pessoal)

Apesar do intuito simples, os passeios não seguem um roteiro tranquilo e normal. A Kombi customizada chama a atenção do trânsito de Campo Grande e um ou mais motoristas buzinam, tiram fotos e a elogiam. Adultos, jovens e crianças se rendem ao charme da “Mystery Machine”, a Máquina de Mistério.

Max relata duas situações emblemáticas que vivenciou desde que comprou a Kombi.  “Eu vim do escritório para casa, passando pela Afonso Pena, dois marmanjos dentro do carro ficaram alucinados. Agora que estamos podendo rodar, fomos para Piraputanga. A melhor expressão é da criança olhando, ela não vê preço, ela só vê um brinquedo gigante”, diz.

Maria e Max estão juntos há cinco anos. (Foto: Rodrigo Marques)
Maria e Max estão juntos há cinco anos. (Foto: Rodrigo Marques)

Juntos há cinco anos, a ideia inicial do casal era comprar um Fusca. O carro mais famoso do Brasil é o favorito da Maria, que tem uma simpática coleção composta por pequenas versões do clássico carinho. Quando negociavam a compra do Fusca 76, eles acidentalmente esbarraram com a Kombi.

Mesmo não sendo super fãs do desenho, a aparência singular do veículo conquistou o coração do Max e da Maria. “Eu e minha esposa gostamos de coisas únicas, compramos ela pronta e acreditamos que iria fomentar o bem por ser tão surreal ao ponto de quem olha não sabe se ri ou sorri”, afirma Max.

Quando o esposo voltou para casa com os dois presentes, Maria comemorou. Ela comenta que há muito tempo buscavam um fusquinha e finalmente encontraram um ideal. “Na verdade, a paixão pelo Fusca veio de mim, eu tinha um verde folha 1969, que está com a minha filha. Max sempre procurou um Fusca para mim e nada me agradava, até ele achar esse preto. Ele chegou em casa, disse que havia comprado a Kombi e eu vibrei”, fala animada.

Ambos admitem que a paixão pela música e admiração que compartilham por itens distintos é algo que contribui para a relação. “Max e eu somos muito parecidos, o gosto pela música, comidas e tantas outras coisas”, inicia Maria.

O marido acrescenta que a rotina dos dois é sempre atípica e divertida. “Isso é o que nos mantém muito unidos. Tem uma expressão que adoto, que é: canário anda com canário, jabuti com jabuti. As coisas com nós juntos são geralmente fora de série, ela é muito iluminada”, finaliza.

Fusca de 1976 tem tintura fosca. (Foto: Arquivo Pessoal)
Fusca de 1976 tem tintura fosca. (Foto: Arquivo Pessoal)

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário