A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 26 de Setembro de 2017

28/07/2017 06:05

Namoro enfrentou 7 anos de distância até chegar ao altar cheio de surpresas

Quando o sentimento é recíproco, nada é capaz de separar

Thailla Torres
Casal superou a distância e provaram que não há tempo para quem encontra o amor. (Foto: Stanke Fotografia)Casal superou a distância e provaram que não há tempo para quem encontra o amor. (Foto: Stanke Fotografia)

Não há distância no mundo capaz de diminuir um amor onde todo sentimento é recíproco. A relação de Luiz e Michely é prova disso, depois que o casal que está junto desde 2006, passou cerca de 7 anos longe um do outro. Eles percorreram um longo caminho até finalmente ficarem juntos, e na última semana, selaram a união com uma festa charmosa e cheia de surpresa para os dois

Foi em Campo Grande que Luiz Seigo Gobara Lima, de 31 anos, se apaixonou por Michely Lemos Pereira, 32. "Brinco que somos um casal e formamos uma dupla de geek", diz ela.

O interesse em filmes, séries e personagens de histórias em quadrinhos sempre foi uma característica em comum do casal. Já Luiz é descendente do Japão e também sempre compartilhou com Michely o amor pela cultura japonesa que acabou fazendo parte da sutileza de detalhes para o casamento.

Vestido com kimono deixou Michely ainda mais linda na cerimônia. (Foto: Stanke Fotografia)Vestido com kimono deixou Michely ainda mais linda na cerimônia. (Foto: Stanke Fotografia)

Mas antes da chegada ao altar, eles tiveram de esperar muito por esse momento. Tudo porque em 2009 ele foi para São Paulo estudar e trabalhar, já Michely ficou em Campo Grande para concluir a faculdade. A namorada sentiu-se completamente sozinha e acabou se mudando para Rondonópolis (MT) na casa dos pais onde ficou 7 anos distante de Luiz. 

A saudade era superada com ligações via Skype e quando uma folga era capaz de dar espaço para um longo abraço de amor. "Nossa foi um momento muito difícil, eu não vou negar. Nos amamos e também brigamos como qualquer outro casal. Mas a gente tinha certeza do que a sentíamos um pelo outro. Acho que isso acabou aliviando a dor da saudade", recorda Michely.

Mas a surpresa foi no ano passado, quando eles decidiram vir para Campo Grande. O que era para matar a saudade acabou virando planos para um vida toda. "Eu já comentado que adoraria casar, mas tudo ainda era muito incerto. Mas depois de tanto tempo juntos eu e ele percebemos que era muito importante comemorar isso juntos. E em janeiro desse ano eu já estava oficialmente noiva", descreve.

Michely começou os preparativos para um momento inesquecível. E a única certeza é que não queria uma festa comum. Ligados a arte e cultura japonesa, esse foi o primeiro detalhe pensado por ela para trazer o charme que festava precisava. "Sempre gostei de origamis, isso eu fiz questão que tivesse em toda parte da festa", conta.

Os tsurus feitos de papel levaram a paz por toda parte, deram charme à iluminação, bolo e mesa do casamento. Já o convite foi ideia de Luiz, que é publicitário e caprichou na hora de chamar os convidados para uma história de amor que dali em diante seria eterna.

"A gente gosta muito de filmes e, especialmente, o convite foi um Mapa do Maroto do Harry Potter. Luiz também brincou com os convidados que todos deveriam ir de frak e por isso a maioria dos convidados estavam assim. Foi muito bacana".

 

Noiva pensou em todos os detalhes. (Foto: Stanke Fotografia)Noiva pensou em todos os detalhes. (Foto: Stanke Fotografia)
Até origamis encheram de charme o bolo dos noivos. (Foto: Stanke Fotografia)Até origamis encheram de charme o bolo dos noivos. (Foto: Stanke Fotografia)

Mas a grande emoção foi quando Luiz viu Michely vestida de noiva. Entrando no salão de festa com direito a marcha imperial, ela chamou atenção para um vestido delicado no estilo quimono, feito aqui na cidade. "Só minha mãe, costureira e melhor amiga sabiam do vestido. Eu estava sem ideia quando uma amiga mandou foto de um modelo e eu me apaixonou. Sabia que era daquele jeito que ficaria feliz entrando no casamento", conta.

Depois de um emocionante sim, a festa continuou com direito a apresentação de Taiko para alegria dos noivos. "É uma acústica bem forte e emocionante, a gente quis colocar porque faz parte da cultura que a gente tem tanto respeito e admira".

E depois de tanto tempo, juntos, eles tem a certeza que valeu o tempo esperado. "Quando é verdadeiro, não tem jeito, a gente supera tudo. Acho que superação é a palavra certa para nossa história, e daqui em diante é só felicidade", finaliza.

Curta o Lado B no Facebook.




imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.