ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 30º

Consumo

Garotas designers montam ateliê em esquema colaborativo que tem até consertos

No próximo sábado (11) haverá um bazar de troca e vendas de roupas, acessórios e calçados

Por Lucas Arruda | 07/11/2017 07:49
Rafaela, Renata, Nara e Gabi movimentam o ateliê Frida-se (Foto: Instagram)
Rafaela, Renata, Nara e Gabi movimentam o ateliê Frida-se (Foto: Instagram)

Ter o próprio espaço sempre foi o sonho das designer de bijuterias Rafaela Carretoni, de bolsas Nara Leite e de roupas íntimas Renata Dias. Apesar das especialidades diferentes, elas se juntaram e criaram um ateliê colaborativo, que tem um nome de grande representatividade para as mulheres, o Frida-se. Para completar o time delas ainda entrou a social media que também tem um brechó Gabi Dias.

Lá as clientes podem conseguir de tudo. Na sala de Rafaela conseguir uma pulseira, brinco, colar, qualquer tipo de acessório de bijuterias, tudo entre R$ 10 e R$ 80. Depois pode ir ao lado atrás de algumas das bolsas de Nara, que também costura e conserta todos os tipos de peças de roupas, com preços que variam dependendo do conserto. E ainda há as lingeries que podem ser adquiridas com Renata.

Nara tem a marca de bolsas e é costureira
Nara tem a marca de bolsas e é costureira
Rafaela é designer de bijuterias
Rafaela é designer de bijuterias

E neste sábado (11), todos que aparecerem entre 9h e 17h vão encontrar brechós convidados para reforçar o espaço. “Todo mês pretendemos fazer eventos deste tipo, não sempre com brechós. Algum mês queremos colocar livros, outro dar oficinas, workshops, sempre movimentando o espaço com pessoas e serviços diferentes”, explica Nara, a mais antiga da casa.

Ela, que já trabalhou em outros brechós, tinha o espaço com outras duas mulheres. No entanto, acabou não dando certo e por ter uma grande casa saiu em busca de outras companheiras para gerir o lugar. “Já conhecia a Rafa e apareceu as outras meninas. Tudo deu bastante certo, foi acontecendo e agora estamos aqui”, conta. A loja está aberta há cerca de um mês.

E lá é tudo na base da colaboração mesmo. Apesar delas venderem seus produtos, outros designers e artistas podem deixar seu trabalho exposto para ser vendido lá. “Não temos problema quanto a isso, queremos que seja um espaço onde todos sejam reconhecidos, que as pessoas vejam o que está sendo produzido aqui”, afirma Rafaela. Elas também ministram cursos de customização em roupas, bijuterias e costura.

A Frida-se não tem um horário específico de funcionamento. A loja fica na rua Sebastião Lima, 237, Centro. Mais informações pelo telefone 99267-7769.

Acompanhe o Lado B no Facebook e no Instagram.

Renata trabalha no espaço como designer de lingeries
Renata trabalha no espaço como designer de lingeries
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário