ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 23º

Sabor

Demitida após 27 anos de carreira, Lu recomeçou com pastel de ameixa

Receita que marcou a infância foi revelada e tornou-se a salvação de uma professora

Jéssica Fernandes | 26/09/2022 06:43
Em 2019, Luciana começou a vender os doces que sempre fez em casa. (Foto: Alex Machado)
Em 2019, Luciana começou a vender os doces que sempre fez em casa. (Foto: Alex Machado)

Após dar aulas durante 27 anos, Luciana Cordeiro, de 52 anos, precisou começar do zero em outra profissão. Cozinheira de mão cheia, ela faz doces variados e empadinhas salgadas. Entre os pratos, a receita mais especial é o pastel assado e recheado com ameixa. Criação da avó, o passo a passo para fazer o pastel só foi revelado há pouco tempo para Luciana.

Em 2019, Luciana começou o próprio negócio, o ‘Dona Lu’. O recomeço foi necessário após ela ser demitida pela empresa onde atuou por quase 30 anos. “Eu lecionava numa escola da rede particular, era professora do ensino fundamental. Fiquei 27 anos trabalhando, mas no final de 2019 essa empresa resolveu mudar os funcionários e eu fui demitida”, conta.

Famoso pastel de ameixa da vovó foi a virada de chave na vida profissional de Luciana. (Foto: Alex Machado)
Famoso pastel de ameixa da vovó foi a virada de chave na vida profissional de Luciana. (Foto: Alex Machado)

Natural de João Pessoa (Paraíba), a profissional comenta que desde cedo teve contato com receitas. “Sou de uma família de onde minha mãe fazia docinhos para fora. A gente estava sempre em contato com as guloseimas”, afirma.

Mesmo tendo ficado ‘perdida profissionalmente', Luciana recebeu apoio do marido e decidiu vender o que sempre gostou de fazer em casa. “Eu fiquei meio em dúvida porque não tinha essa experiência, mas comecei a fazer e o negócio foi se estendendo”, fala.

Ao comentar com a mãe sobre o projeto, Luciana recebeu a famosa receita.  “Ela (avó) fazia quando éramos crianças e íamos visitá-la. Minha avó faleceu e minha mãe ficou com esse caderno de receita e continuou fazendo pra gente. É uma receita especial, os ingredientes nunca mudaram, e a guardo com carinho”, destaca.

Durante entrevista, ela surpreendeu a reportagem com uma empadinha personalizada. (Foto: Alex Machado)
Durante entrevista, ela surpreendeu a reportagem com uma empadinha personalizada. (Foto: Alex Machado)

Negócio variado - Apesar da receita ter significado especial, ela não é a mais pedida dos clientes. Segundo Luciana, a maioria gosta mesmo das empadas e brigadeiros gourmet. “Hoje em dia a saída que tenho mais são as empadinhas e docinhos”, frisa.

Além dos brigadeiros e beijinhos, Luciana sabe fazer cookies, balas baianas, balas com massa de brigadeiro, tortinhas doces, brownie, palha italiana de maracujá e muito mais. Através do Instagram, ela diz postar o máximo de conteúdo. “Eu tento colocar nas fotos as coisas que eu faço para ser uma coisa diferenciada”, fala.

Hoje, a profissional garante estar realizada com o negócio que não pensa em abrir mão. “Depois que provei disso não quero mais voltar a dar aula. Esse ramo me ocupou bastante. É uma coisa que a gente faz com carinho. Não que a sala de aula não fosse, mas me fez chegar mais próximo e ter contato com outras pessoas”, conclui.

Quem quiser conhecer o trabalho dela, o perfil no Instagram é @dona_lu

Pastel doce também é recheado com castanhas.  (Foto: Alex Machado)
Pastel doce também é recheado com castanhas. (Foto: Alex Machado)

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Nos siga no Google Notícias