ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, DOMINGO  24    CAMPO GRANDE 22º

Meio Ambiente

Com queimaduras, anta de 150 quilos é resgata debilitada pela PMA

Animal foi resgatado pela Polícia Militar Ambiental

Por Tainá Jara | 13/09/2020 13:52
Anta foi restada com ferimentos nas patas e corpo (Foto: Divulgação/PMA)
Anta foi restada com ferimentos nas patas e corpo (Foto: Divulgação/PMA)

Anta de 150 quilos foi resgatada debilitada, com queimaduras em chácara próximo ao município de Rio Verde, distante 208 quilômetros de Campo Grande, neste sábado. O animal foi resgatado por policiais militares ambientais com ferimentos nas patas e em parte do corpo.

O animal ferido foi encontrado pelo proprietário de uma chácara que acionou os resgata. Os Policiais procuraram atendimento médico veterinário para estabilização e diminuição de dores da anta, que já foi encaminhada e entregue ao Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres), na Capital.

Nesse período crítico de seca, parte da população insiste em fazer uso do fogo de forma irregular, prejudicando à população e à fauna.

A queima controlada (autorizada pelo órgão ambiental) está proibida desde o mês de agosto em todo o Estado e o período de proibição se estende até novembro. No entanto, as áreas queimadas no Pantanal e no cerrado batem recorde neste ano.

De acordo com o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), entre ontem e hoje, houve 4533 mil focos de incêndio em Mato Grosso do Sul. Mais de 30% deles se concentravam na cidade de Corumbá e 20% em Alcinópolis, onde está o Parque Estadual das Nascentes do Rio Taquari, primeira unidade de conservação criada no Estado.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário