ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, SEXTA  21    CAMPO GRANDE 24º

Meio Ambiente

Fazendeira é multada em R$ 10 mil por erosão e descarte irregular de carcaças

O flagrante da Polícia Militar Ambiental foi na tarde de sexta-feira

Por Aline dos Santos | 09/10/2021 13:25
Carcaça de gado era descartada em área de reserva legal. (Foto: Divulgação/PMA)
Carcaça de gado era descartada em área de reserva legal. (Foto: Divulgação/PMA)

Fazendeira foi multada em R$ 10 mil por degradação ambiental de área protegida de matas ciliares por processos erosivos, causando assoreamento de córrego, além de descarte inadequado de gado morto. O flagrante da PMA (Polícia Militar Ambiental) foi na tarde de sexta-feira (dia 8), em Chapadão do Sul, a 321 km de Campo Grande.

Neste feriadão, a polícia faz a operação Padroeira do Brasil. Na fazenda, às margens da MS-306, área de um hectare estava tomada por processos erosivos do tipo ravina, algumas profundas, que causavam o assoreamento de um córrego que corta a propriedade.

As erosões surgiram devido à falta de medidas de conservação do solo depois da remoção da vegetação, agravada pelo pisoteio do gado, que tinha acesso à área protegida.

Durante a vistoria, a equipe verificou que os resíduos sólidos produzidos na fazenda eram lançados dentro da área protegida de reserva legal da propriedade. Havia carcaças de gado, pneus e embalagens de agrotóxicos.

Moradora em Curitiba (Paraná), a proprietária rural ainda vai responder por crime ambiental de destruir área de preservação permanente, com pena de um a três anos de detenção.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário