ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  26    CAMPO GRANDE 29º

Meio Ambiente

Imagens mostram dificuldade de combate ao fogo em Corumbá e aldeias

Brigadistas do Ibama e bombeiros militar estão acampados na região do Rio Nabileque para conter linha de fogo de 20km

Por Aletheya Alves | 14/08/2020 15:29

Vídeos divulgados pelo Ibama Prevfogo ilustram a ação dos brigadistas e Corpo de Bombeiros Militar na linha de frente dos incêndios no Pantanal. Há três dias, 12 estão acampados na região do Rio Nabileque, sul de Corumbá, para controlar linha de fogo de aproximadamente 20 quilômetros.

Registradas na noite desta quinta-feira (13), as imagens mostram um pouco da dimensão enfrentada. De acordo com o analista ambiental do Ibama, Alexandre Pereira, a situação está sendo controlada nas duas regiões.

Outra área destacada nos vídeos é da Terra Indígena Kadiwéu, em que 30 brigadistas indígenas atuam na região. Alexandre explica que a brigada tem obtido sucesso, “são duas equipes de 15. Uma fica na aldeia Alves de Barros e outra na São João”.

Em relação ao cenário geral, live do governo estadual discutiu sobre o tema durante live na manhã de hoje. No total, 1,5 milhão de hectares de área já foi queimada no Pantanal, sendo 910 mil apenas no território de Mato Grosso do Sul.

Com possibilidade de chuva nos próximos dias, a expectativa é de melhora nos incêndios. De acordo com a coordenadora do Cemtec-MS (Centro de Monitoramento do Tempo e Clima de Mato Grosso do Sul), Franciane Rodrigues, a chuva irá reduzir os fogos e a temperatura mais baixa também deve contribuir.

Brigadistas do Prevfogo e Corpo de Bombeiros Militar estão acampados na região sul de Corumbá. (Foto: Divulgação/Ibama)
Brigadistas do Prevfogo e Corpo de Bombeiros Militar estão acampados na região sul de Corumbá. (Foto: Divulgação/Ibama)


Regras de comentário