ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 26º

Meio Ambiente

Onda de calor faz mãe tamanduá esconder filhote em buraco de tatu

Até na natureza instinto materno dá prioridade de refúgio térmico para a cria sobreviver ao calorão

Por Gabriela Couto | 17/11/2023 14:29

Um registro inédito para a ciência foi feito nesta semana no Pantanal. Durante a onda de calor, pesquisadores do projeto Tatu-Canastra do ICAS (Instituto de Conservação de Animais Silvestres) encontraram um filhote de tamanduá-bandeira se refrescando no buraco do tatu.

O registro feito no Hotel Fazenda Baia das Pedras, em Aquidauana, onde os termômetros chegaram a mais de 40º C nos últimos dias. Para a equipe a surpresa foi grande, embora já tenham visto mais de 76 espécies diferentes usando as tocas monitoradas.

“O calor aqui está tão forte que a mãe dele deixou ele lá dentro para se refrescar. Um buraco de tatu-canastra mantém a temperatura constante de mais ou menos 24ºC, o que faz com que as tocas de tatu-canastra se tornem um refúgio térmico para muitas espécies. Eles desenvolvem um papel muito importante especialmente durante esse período de calor intenso”, explicou a médica veterinária do Icas, Mayara Caiaffa.

Os filhotes de tamanduá-bandeira vivem grudados ao corpo da mãe por aproximadamente um ano de vida. Este é o período que eles aprendem habilidades essenciais para a sobrevivência na natureza.

A relação entre mãe e filhotes de tamanduá-bandeira lembra da importância de preservar a biodiversidade e proteger os habitats naturais.

As mães desempenham um papel vital na sobrevivência de suas espécies, oferecendo cuidado, orientação e proteção aos seus filhotes. Tanto é que priorizou o filhote para regulação térmica e ficou ao lado da toca cuidando para nenhum predador se aproximar.

No vídeo, também é possível ver que ao lado do refúgio escolhido pelo tamanduá, existe uma nova toca, onde, provavelmente, está o tatu-canastra. O gigante cava uma toca nova a cada três noites e é conhecido como engenheiro do ecossistema.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias