ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 25º

Meio Ambiente

Termelétrica otimiza uso da água e economiza 151,9 milhões de litros no ano

Por Priscilla Peres | 08/05/2015 16:54
Termelétrica funciona há 11 anos em Três Lagoas. (Foto: Divulgação/Petrobras)
Termelétrica funciona há 11 anos em Três Lagoas. (Foto: Divulgação/Petrobras)

Em 2014, a Usina Termelétrica Luís Carlos Prestes localizada em Três Lagoas - distante 338 km da Capital, adotou vários procedimentos de reutilização e otimização do uso de água que resultaram na economia de 151,9 milhões de litros de água. O volume daria pra encher 80 piscinas olímpicas.

A economia feita pela termelétrica no ano passado, corresponde a redução de 5,2% no consumo de água em relação a 2013. O gerente da unidade que completou 11 anos de atividade, Marcelo Pelegrini, explica que a redução no consumo de água não diminuiu a geração de energia elétrica. “Trata-se de uma iniciativa sustentável, que vai ao encontro das políticas internas da Petrobras no que se refere ao meio ambiente”, destacou.

Entre as ações, está a otimização na limpeza dos filtros da Estação de Tratamento de Água (ETA), reduzindo em mais de 50% o número de contralavagens desses aparelhos, que liberam água limpa para as torres de resfriamento, para o tanque de combate a incêndios e para as caldeiras utilizadas na geração de energia. Além disso, o vapor que sai das caldeiras é aproveitado na geração de eletricidade, no chamado ciclo combinado.

Também foi otimizada em 40% a reutilização de água nas torres de resfriamento, que cumprem a função de dissipar o calor durante o processo de geração de energia. O objetivo é reutilizar ao máximo uma mesma água, até o limite em que os sais presentes não prejudiquem o sistema.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário