ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  24    CAMPO GRANDE 34º

Política

"Não vai faltar diálogo com o servidor sobre reforma", diz Marquinhos

Prefeito defende a reforma da previdência, mas não divulgou quando vai enviar projeto

Por Leonardo Rocha e Mayara Bueno | 24/11/2017 09:17
Marquinhos Trad durante evento na Escola Municipal Danda Nunes (Foto: Mayara Bueno)
Marquinhos Trad durante evento na Escola Municipal Danda Nunes (Foto: Mayara Bueno)

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) não informou quando vai enviar o projeto da reforma da previdência, mas garante que "não faltará debate e diálogo" com os servidores, até para evitar impasse e protestos das categorias. Também ponderou que as mudanças são necessárias, para que não falte recursos e pagamentos da aposentadoria, em um futuro breve.

"Não vai faltar diálogo com eles (servidores), inclusive já iniciamos esta conversa, tanto que já existe uma comissão para tratar do tema, qeu foi criada depois de uma audiência público, realizada em outubro", disse o prefeito, nesta manhã (24), durante agenda na Escola Municipal Danda Nunes.

Marquinhos ainda ponderou que caso estas mudanças na previdência demorem para ocorrer, daqui seis anos, pode faltar recursos para pagamento de salário e aposentadoria. "Meu governo a duras penas consegue pagar, mas nas próximas gestões não tenho certeza que isto pode ocorrer".

O prefeito garante que já colocou o "problema" das contas públicas aos servidores, e busca um consenso para depois enviar o projeto. "Ou a gente amputa um dedo agora, ou esta doença pode generalizar para o corpo todo".

Apesar de ponderar a necessidade da reforma da previdência, a nível municipal, o prefeito não deu mais detalhes de como será este projeto, em relação as regras e possíveis aumento na contribuição tanto dos servidores, como do patronato.