A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

25/12/2013 15:29

Aliado de Bernal, Athayde Nery acha que "tudo pode acontecer" amanhã

Josemil Arruda
Athayde Nery acredita que cada vereador amanhã votará com sua consciência (Foto: arquivo)Athayde Nery acredita que cada vereador amanhã votará com sua "consciência" (Foto: arquivo)

O presidente regional do PPS, ex-vereador Athayde Nery, que é um dos auxiliares do secretário municipal de Governo, Pedro Chaves, acredita que amanhã cada vereador vai votar de acordo com sua consciência, já que estará em fogo o futuro de Campo Grande. “Amanhã vai ser muito da consciência de cada um”, opinou Nery.

Na avaliação dele, o PMDB acabou estabelecendo uma situação de confronto entre a Câmara e o prefeito Alcides Bernal (PP), que será agora solucionada no voto.

Considera, porém, que não foi respeitado o devido processo legal, já que a defesa do prefeito foi apresentada às 17 horas de um dia e a Comissão Processante notificou-o às 8 horas do dia seguinte, desconsiderando suas argumentações ao aprovar o relatório final. “Isso vicia um pouco processo”, criticou. “Cria mais uma situação de vingança do que de autoridade”, acrescentou.

Para Athayde Nery, a partir de agora, só resta mesmo ao prefeito promover as articulações políticas que garantam o apoio de sua base na Câmara e tomar as medidas judiciais cabíveis. “Tem de tomar as medidas judiciais que estiverem ao alcance”, defendeu Nery, lembrando que todo o processo de cassação já está judicializado e assim deve seguir por um bom tempo.

Volta de Pedro Chaves – Indagado sobre o retorno do articulador político de Bernal, o secretário Pedro Chaves, a Campo Grande, após a viagem com a família para passar o Natal no Rio de Janeiro, Athayde informou: “Ele já está organizando as ações de defesa. Amanhã está com certeza vai estar em Campo Grande”.

Questionado sobre o resultado da votação de amanhã, Nery mais uma vez demonstrou dúvida. “Tudo pode acontecer, os vereadores são independentes. Podem avaliar que relatório é inconsistente”, defendeu.

 




É assustador galera, o que poderá ficar de saldo para campo grande, caso bernal seja absolvido pela camara municipal. A hipotese de leilão de cargo para partidos irem para base do prefeito que parecia distante pelo discurso de quando concorreu e ganhou as eleições. Agora a ameaça é real e pior, já está sendo informada pela imprensa e encarada pela turma do prefeito como postura normal, já que tem que salvar o seu cargo. Senhores vereadores libertem campo grande , livrem-nos do bernal e também do seu vice, olarte.
 
joao jose em 25/12/2013 20:57:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions