ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 25º

Política

Aliados dizem que Delcídio está preservando “imagem” em relação a Bernal

Leonardo Rocha | 07/11/2013 07:56
Aliados destacam que o senador não precisa se expor em um momento como este (Foto: Arquivo)
Aliados destacam que o senador não precisa se expor em um momento como este (Foto: Arquivo)

Os deputados estaduais aliados do senador Delcídio do Amaral (PT) afirmaram que o pré-candidato ao governo estadual está “preservando sua imagem” em relação à atual crise política que o prefeito Alcides Bernal (PP) está passando em Campo Grande.

Delcídio declarou que aconselhou seu suplente, Pedro Chaves, a não assumir a Secretaria de Governo (Segov), devido à situação complicada em que está a atual administração.

“O senador tem a sua liberdade, ele é nossa estrela maior, também precisa se preservar, se existe um partido por trás dele que pode responder por isto, não tem porque ele se expor de forma desnecessária”, afirmou o deputado Cabo Almi (PT).

O deputado Laerte Tetila (PT) ponderou que a posição de Delcídio foi em função do fato que Chaves poderá assumir a sua suplência, caso ele vença as eleições em 2014. “A política é muito dinâmica, talvez ela achasse que não era o melhor momento, mas ele certamente vai ajudar”, garantiu ele.

Já Amarildo Cruz (PT) ressaltou que apesar deste “distanciamento” de Delcídio com Bernal, o senador tem compromisso com o PT e com o próprio Chaves e certamente vai trabalhar para contribuir com o prefeito. “Vamos continuar na base, tentando somar e ajudar na administração”.

Posição – Delcídio revelou que além de aconselhar o seu suplente a não aceitar o cargo, ele ainda tentou dissuadi-lo com um convite para conduzir seu escritório político em Campo Grande.

O petista ponderou que ficou muito preocupado com a participação de Chaves, mas que ele aceitou o “desafio” por ter uma história em Campo Grande e querer retribuir o sucesso profissional trabalhando pela cidade.

O senador ainda apontou que existem pessoas interessadas na participação de Chaves na articulação política de Bernal, para que esta atuação fique atribuída a ele. “Existem pessoas que estão querendo carimbar indicação do Pedro por mim, mas não foi que indiquei. Aliás, eu fui contrário”, afirmou.

Nos siga no Google Notícias