A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

16/11/2013 09:22

André terá obras do "MS Forte-2" para inaugurar todo mês a partir de junho

Zemil Rocha
Giroto diz que obras estão dentro do cronograma, mas as chuvas preocupem (Foto: Kleber Gellio)Giroto diz que obras estão dentro do cronograma, mas as chuvas preocupem (Foto: Kleber Gellio)

O governador André Puccinelli vai começar a inaugurar as obras do “MS Forte-2”, que totaliza R$ 3,6 bilhões em investimentos, a partir de junho do ano que vem. A cada mês várias conclusões e eventos inaugurais levarão Puccinelli aos diversos municípios de Mato Grosso do Sul. “A cada mês, de junho a dezembro, o governador vai ter obras para inaugurar”, informou o secretário estadual de Obras, Edson Giroto.

A liberação de recursos para a execução das obras, segundo Giroto, está rigorosamente dentro dos prazos previstos, o que tem garantido bom ritmo dos serviços. “A liberação normal depende da qualidade da execução e da prestação de contas. Nas nossas obras está tudo certo, tudo regular”, assegurou.

Lançadas no dia 15 de agosto, as obras do “MS Forte-2” já estão sendo executadas há quase quatro meses. Os setores de infraestrutura e logística são contemplados com um total de R$ 1.488.987.213,72, o que representa 40,93% dos R$ 3,6 bilhões do plano.

“As obras estão dentro do cronograma. Só a duplicação da Av. Guaicurus, em Dourados, que teve um atraso, mas já demos puxão de orelha, cobrando maior agilidade”, informou o secretário Giroto.

Dificuldades, porém, podem surgir a partir desde mês de novembro em razão da maior ocorrência de chuvas. “Podem ter percalços por causa do período de chuvas. Esperamos que ele não se estenda muito, porque perdemos produtividade”, apontou o engenheiro.

Entre as obras mais adiantadas, com mais de 50% da execução, Giroto destaca as rodovias MS-324, num trecho de 15 km de Água Clara até a empresa Cobe, a maior chocadeira de pintainhos do Brasil, e a MS-430, de São Gabriel do Oeste até Rio Negro, num total de 55 km.

 




Até parece que governo e prefeito não sabem do período das chuvas em nossa região. Porque não começam as obras no inicio de março para que tenha bastante tempo de estiagem e assim possam terminar com tranquilidade as obras em todos os anos.Outra coisa:As obras estão sendo feitas de má qualidade porque a primeira chuva forte que acontece já detona com tudo ou quase tudo.Essas obras paga-se rios de dinheiro do contribuinte e vão tudo para o ralo por causa de serviço mal feito.Devia pagar essa conta os gestores e as empresas contratadas.Basta o asfalto da cidade que vive um tapa buraco sem fim e é responsabilidade ao governo do PMDB que ficou 20 anos no poder e a cidade vive esse caos.A maneira com que administram parece que o dinheiro do contribuinte é capim.Cadê os órgãos de fiscalização?
 
JOÃO ALVES DE SOUZA em 16/11/2013 19:13:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions