A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

03/12/2010 10:08

Artuzi trocou cargo por liberdade, confirma pedido aceito pelo TJ

Marta Ferreira

Renúncia

Artuzi em gravação que faz parte da operação Uragano. (Foto: reprodução)Artuzi em gravação que faz parte da operação Uragano. (Foto: reprodução)

A renúncia do ex-prefeito de Dourados, Ari Artuzi (sem partido), foi determinante para que, após três meses preso, acusado de chefiar um esquema milionário de fraudes, ele conseguisse ser solto ontem do Presídio Federal de Segurança máxima de Campo Grande.

Na prática, Artuzi trocou o cargo de prefeito, do qual estava afastado, pela liberdade.

Artuzi ainda está em Campo Grande, segundo o seu defensor, Carlos Marques. Segundo o advogado, ele está hospedado na casa de um amigo, e deve voltar ainda hoje para casa.

O argumento apresentado ao desembargador Manoel Mendes Carli, responsável pela decisão que libertou Artuzi, foi o de que, com a renúncia, ele havia perdido o poder de influência sobre testemunhas da investigação deflagrada pela Operação Uragano.

A desistência de Artuzi do cargo de prefeito foi comunicada no dia primeiro à tarde e, na sequência, foi feito o novo pedido de liberdade para ele, conforme informou o advogado Carlos Marques.

“É um fato novo, que muda muita coisa”, resumiu Marques. De acordo com ele, a ideia da renúncia veio do prefeito e já vinha sendo conversada há 30 dias.

Marques não admite que a possibilidade de liberdade foi o principal motivo para Artuzi renunciar, embora diga que isso foi considerado, diante da indagação do prefeito a respeito. “Eu disse que seria levado em conta”.

Conforme o advogado, Artuzi começou a pensar em renúncia quando soube da possibilidade de eleições indiretas. O abandono do cargo, então, teria sido a forma encontrada para assegurar a realização de eleições pelo voto.

A Câmara de Vereadores de Dourados já comunicou a Justiça da vacância do cargo de prefeito e vice-prefeito em Dourados, uma vez que o vice, Carlinhos Cantor, também renunciou, assim como o ex-presidente da Câmara de Vereadores, Sidlei Alves.



É, no mínimo, "estranha" essa saída, tão repentina após sua renúncia, considerando que "habes corpus" foram negados. Uma pergunta que não se quer calar: Por que a esposa dele e os outros envolvidos não foram liberados? ... Muito "jogo" de interesses estão por trás...
 
Mario em 03/12/2010 12:57:21
Só acho que Ari Artuzi não faria o que fora denunciado. Desta forma alguem muito poderoso e influente está por traz desta história toda e, por total descuido ele caiu "sozinho". E que ele se cuide pois sua vida não anda valendo muito. Mas que, enfim, a justiça seja feita com as pessoas certas.
 
Dr. Cristiano em 03/12/2010 12:30:00
AGORA COM A RENUNCIA DESSES, SÓ FICA FALTANDO VERGONHA NA CARA, SE É QUE ELES TEM.
O GINO E O DIRCEU LONGHI RENUNCIAREM, POIS FORAM INDICIADOS, NAO TEM MORAL PARA PERMANECEREM VEREADORES
 
MARCO ANTONIO NOGUEIRA em 03/12/2010 12:26:52
As coisas estão obscura quanto ao que tem acontecido com Artuzi, quantas pessoas já roubaram nesta nação, inclusive o bando do Zé Dirceu e nada aconteceu com eles, o Palocci vai ser o novo cheve do bando e ai , porque só Artuzzi tem pagar? Sou a favor da Justiça séria, mas muita coisa precisa mudar... inclusive a propria justiça, Pr.
 
pr. agnaldo em 03/12/2010 12:02:45
Tá..... então tá....
PARA O BEM DO POVO, QUE TERÁ ELEIÇÕES DIRETAS EU RENUNCIO.
Contra outra.....
Ademais, porém entretando contudo esse negócio de soltar em 24 hrs é muito esquisito. Não?????
 
O Camerlengo em 03/12/2010 11:43:12
Comédia, espero que finalmente o pessoal tenha aprendido a votar pois nossa cidade depende de bons líderes e o próximo prefeito terá um arduo trabalho em reconstruir a cidade e ganhar a confiança da população.
 
Patrick Negri em 03/12/2010 11:32:35
Nosso país anda carente de homens de caráter, o que, a priori deve ser a regra e jamais a excessão. Chega de vermos pessoas que fazem boas obras como achar e devolver um objeto de valor serem aclamadas na TV como um herói, pois quem age assim não faz nada além de sua obrigação de cidadão honesto. Então vamos reformular nossa grade escolar, pregar o patriotismo, aprender a cantar o hino nacional e deixar de brincar com a política como estamos fazendo nos dias de hoje, pois quando não reelegemos os patifes que metem a mão na grana publica (Vide um certo ex Governador de SP), acabamos por eleger os palhaços (nada em absoluto contra a profissão), mas ao final somos nós os tiriricas da vida que vamos pagar um alto preço por absoluto desconhecimento de causa, quando pensamos que tais atos não nos atingirão diretamente. Ledo Engano! Que país queremos para nossos filhos gente?
 
JOSUÉ RATIER DE SOUZA em 03/12/2010 11:10:43
AGORA COM A RENUNCIA DESSES, SÓ FICA FALTANDO VERGONHA NA CARA, SE É QUE ELES TEM.
O GINO E O DIRCEU LONGHI RENUNCIAREM, POIS FORAM INDICIADOS, NAO TEM MORAL PARA PERMANECEREM VEREADORES
 
abraao em 03/12/2010 05:00:25
saber votar todos achamos que sabemos , o problema é que não está escrito na testa das pessoas se ela é honesta ou não.
 
jane em 03/12/2010 04:29:33
Só um trouxa, acredita nisso, ele fez um acordo politico, mas quem fez esse acordo vai se dar mal, pq o Ary é um louco e ele mas dias menos dias vai entregar tudo. e esperar pra ver.
 
WALTER em 03/12/2010 03:02:54
A camara deveria votar uma lei decretando feriado municipal em Dourados, afinal não é sempre que o povo tem a opurtunidade de corrigir um erro antes de se passar os quatro anos, em via de regra somos obrigados aguentar a incompetencia dos eleitos todo o mandato. Deveria tambem erguer uma estatua na praça antonio joão para a população futura tome conhecimento que em 2008 a maioria da população foi enganada. E afinal o furacão acabou destelhando casas até na capital tamanha a sua força.
Tomara que nesta segunda chance o povo de Dourados não saia acreditando em salvadores da patria e saibam votar com inteleigencia, porque errar uma vez é aceitavel, mas inssistir no erro é burrice.
 
Eder Bevilaqua em 03/12/2010 02:48:00
Como tudo que acontece com pessoas influentes, politicamente falando, a populaçao nunca fica sebendo o que ocorre nos bastidores, acredito que essa sera mais uma que nao saberemos, como foi solto, ele, tao rapido. Acredito eu que devido ao fato de haver muito mais pessoas envolvidas, e pessoas com muito mais influencia, principalmente no judiciario do Estado, isso pode ter sido um acordo entre partes interessadas.
 
Antonio Carlos em 03/12/2010 01:20:39
Quem mandou o povo de dourados inovar,nem todo nao escolado tem a experiencia do Lula,agora aprendem a votar .....ou em ultima hipotese porque nao experimentar uma mulher...
 
carlos faustino em 03/12/2010 01:14:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions