A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

26/12/2013 10:19

Base aliada abandona Câmara e exige convocação de nova sessão

Luciana Brazil e Kleber Clajus
Base do prefeito deixa a Câmara e diz que sessão não pode ser retomada. (Foto:Kleber Clajus)Base do prefeito deixa a Câmara e diz que sessão não pode ser retomada. (Foto:Kleber Clajus)

Os seis vereadores que compõem a base aliada do prefeito Alcides Bernal (PP) na Câmara, Marcos Alex (PT), Airton Araújo (PT), Cazuza (PP), Luiza Ribeiro (PPS), Zeca do PT e Gilmar da Cruz (PRB), deixaram o prédio, na manhã de hoje (26), depois que a sessão de julgamento de Bernal foi suspensa.

Os vereadores garantem que, mesmo que a oposição recorra da decisão judicial, de acordo com o regimento interno, é preciso que um edital com a nova data seja publicado e que os vereadores sejam avisados em um prazo máximo de 24 horas.

“Não tem porque ficar aqui esperando qualquer movimentação. A bancada de sustentação do prefeito não ficará aqui em vista de uma decisão judicial. É uma decisão que já foi enviada pelo Poder Judiciário, suspendendo a sessão de cassação. Consequentemente nós não iremos ficar aqui participando de qualquer ato que não respeite a decisão judicial”, disse Alex.

Zeca disse que se houver continuidade da sessão, a base vai recorrer ao judiciário. "Se a sessão for continuada aí nós vamos recorrer ao Judiciário, pois vamos entender que há um golpe firmado para destruir a vontade popular", avisou o petista.



RESPEITEM O MEU VOTO !!!!!!!!!!!!!!
 
Aldo Oliveira em 26/12/2013 12:33:49
Tão inutil quanto os que ficam
 
Rogerio Antonio Battiston em 26/12/2013 11:48:11
Mas esta claro que o golpe esta armado. Esses chupins não consegui engolir a derrota.
 
Rosa Maria em 26/12/2013 11:46:43
Mais uma prova de que os interesses particulares estão infestando o judiciário. A decisão para barrar a comissão processante foi deferida em poucos minutos depois de ter chegado ao TJ agora para ser cassada essa liminar. o tempo e disposição do judiciário são outros. Tem-se que admitir que pagando honorários caríssimos temos uma justiça diferenciada, não é mesmo...
 
joao jose em 26/12/2013 10:54:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions