A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

06/05/2013 18:39

Bernal pede que 29 vereadores votem pela criação da CPI do câncer

Nícholas Vasconcelos e Helton Verão
O secretário de Saúde, Ivandro Fonseca, e o prefeito Alcides Bernal (PP), apresentam evolução dos repasses para HC e HU. (Foto: Marcos Ermínio)O secretário de Saúde, Ivandro Fonseca, e o prefeito Alcides Bernal (PP), apresentam evolução dos repasses para HC e HU. (Foto: Marcos Ermínio)

O prefeito Alcides Bernal (PP) disse na tarde desta segunda-feira (6) que espera que os 29 vereadores de Campo Grande assinem pela criação da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar o tratamento de câncer no Hospital do Câncer e HU (Hospital Universitário).

Em entrevista coletiva na tarde de hoje, acompanhado do secretário de Saúde, Ivandro Fonseca, Bernal disse que considera muito graves as denúncias apresentadas na reportagem do Fantástico, da TV Globo, neste domingo (5), e que todos os vereadores devem assinar pela criação da Comissão.

“Para um problema grave como esse, os 29 devem assinar”, afirmou. Bernal disse que os vereadores que dizem não ter votado pela criação da CPI alegando que os serviços do hospital seriam interrompidos estão mentindo, porque, segundo o prefeito, mesmo com a investigação o atendimento à população continua. Ele lembrou que agora é a hora do grupo de vereadores conhecido como G-6 provar independência e aprovar a medida.

Bernal disse que a culpa pela situação do Hospital do Câncer é de alguns funcionários, como o ex-diretor Adalberto Siufi, e não de toda a unidade.

Documentos mostrados pelo secretário Ivandro Fonseca mostram que o HC recebeu R$ 91,7 milhões em repasses municipais de 2005 a 2012, além de R$ 5,1 milhões este ano. Os repasses começaram em R$ 5,6 milhões em 2005 e chegaram a R$ 15,6 milhões anuais no ano passado.Segundo Bernal e Fonseca, durante oito anos não houve prestação de contas do repasse para a unidade.

Já o HU recebeu no mesmo período R$ 130 milhões pelo pagamento de serviços prestados para o Município. Eles afirmaram que uma comissão formada por especialistas em finanças, contabilidade e administração médica vão vistoriar os repasses para as unidades, que deveram prestar contas de onde o dinheiro foi empregado.

“Quem não prestar contas vai ser investigado”, revelou o prefeito. Ele não afastou a possibilidade de colocar um servidor da Prefeitura dentro do HC e do HU para acompanhar o funcionamento dos hospitais.
Sobre os pagamentos feitos na administração do ex-prefeito Nelson Trad Filho (PMDB), Bernal disse que espera que o Ministério Público e a PF (Polícia Federal) se manifestem.

Força-Tarefa – Nesta segunda-feira (6), o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, vai anunciar a criação de uma força-tarefa para investigar as irregularidades no Hospital do Câncer e no HU da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) mostradas pela reportagem da TV Globo.

A reportagem mostrou as denúncias da operação Sangue Frio, da PF (Polícia Federal) e CGU (Controladoria-Geral da União), deflagrada em março deste ano. Conforme as investigações, o serviço de radioterapia do HU foi desmontado propositalmente pelo ex-diretor José Carlos Dorsa para beneficiar o Hospital do Câncer e clínicas particulares do médico Adalberto Siufi, então diretor-geral da unidade e ex-diretor do setor de oncologia do hospital da UFMS.

Já no Hospital do Câncer era cobrado pelo tratamento de pacientes que já estavam mortos. A auditoria da CGU mostrou que de R$ 25 milhões em contratos na unidade, R$ 11 milhões foram direcionadas a empresas da família dos diretores do hospital.

Conforme o Ministério da Saúde, desde 2010 as duas unidades são monitoradas por suspeita de fraudes e as informações foram repassadas pelo Denasus (Departamento de Audiotira do Sistema Único de Saúde) para que a operação fosse realizada.

O MPE (Ministério Público Estadual) também investiga a situação do Hospital do Câncer e uma semana antes da operação Sangue Frio havia pedido o afastamento da diretoria da unidade. Empresas ligadas aos diretores prestavam serviço para o hospital, o que foi questionado pelo MP.

Ministro anuncia força-tarefa para investigar tratamento do câncer
O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, vem a Campo Grande nesta segunda-feira (6) para a criação de uma força-tarefa para investigar as irregularida...
Após escândalo, ministro da Saúde vem à Capital vistoriar hospitais
O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, chega às 20h30 de hoje em Campo Grande para vistoriar pessoalmente a situação do Hospital do Câncer e do HU (...
Prefeito reúne base para discutir crise na saúde e máfia do câncer
O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), faz, neste momento, uma reunião com os vereadores da base aliada na Câmara Municipal. Ele debate a c...


Nunca prestaram contas? Mas um vereador que dizem ser presidente de uma comissão da saúde da câmara não queria CPI porque estava tudo bem e que a comissão dele já tinha fiscalizado e confirmado a normalidade. Embora eu acho que a PF é quem deveria investigar pedra sobre pedra. A poucos dias vimos tantas criaturas querendo investigar o prefeito atual e agora sumiram tudo, será porque não se envolve em investigar esses crimes??
 
luiz alves em 06/05/2013 20:43:48
Nós eleitores também esperamos que os vereadores eleitos votem por esta CPI
 
Elisa Alves em 06/05/2013 20:23:19
O câncer é uma doença muito cruel tanto para os pacientes como para a família, quem já passou por isso sabe como é doloroso ver o sofrimento de uma pessoa com essa doença , é revoltante saber que pessoas se aproveitaram dessa triste doença e enriquecerem as custas da dor delas . tem médico que não penssa no ser humano só no dinheiro infelismente , mas temos profissionais muito humanos graças à Deus e que Ele abençoe a todos Acho que tem que tem que ser aberto essa CPI SIM.
 
helena da costa andrade em 06/05/2013 20:10:33
QUE CPI? PAREM DE COMER TEMPO COM ISSO DE CPI, ONDE NINGUEM É OBRDO A DEPOR, NAO PODE SER PRESO, NAO PODE USAR NADA NUMA AUDIENCIA, ENFIM NAO SERV PRA NADA, A NAO SER PARA OS POLITICOS TEREM PLATEIA E SE PROMOVEREM COMO "HEROIS" QUE ESTAO QURENDO ACHAR O BOI DE PIRANHA PRA SE DIZER CULPADO.
POLICIA FEDERAL, POE TODO MUNDO NA CADEIA. SAO ODOS BANDIDOS. ESTA MAIS QUE COMPROVADO.
 
LUCIANO MARQUES em 06/05/2013 19:13:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions