A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 16 de Dezembro de 2018

29/08/2013 19:58

Câmara de Aquidauana aceita denúncia e pode cassar prefeito

Vinícius Squinelo e Zemil Rocha

A Câmara Municipal de Aquidauana, distante 135 km de Campo Grande, aceitou denúncia e instaurou uma comissão processante para cassar o mandato do prefeito José Henrique Trindade (PDT).

A denúncia foi feita pelo comerciante Edson da Silva, que afirma que a prefeitura teria fornecido coletes para os mototaxistas da cidade, sem realizar processo licitatório para a compra.

A denúncia e o pedido de cassação foram levados ao plenário na sessão da Câmara de Aquidauana de terça-feira (27). Dos 13 vereadores, apenas o vereador Thales Leite (PSDB) se ausentou do plenário.

Os vereadores Nilson Pontim (PSDC) líder do prefeito no Legislativo, Moacir Pereira de Melo (PDT), Wezer Lucarelli (PDT), Clézio Fialho (PSL) e Montana (DEM) votaram contra. A favor da instalação da comissão processante votaram os vereadores Ademir Brites (PT), Dufles Pinto de Souza (PTdoB), Luzia Cunha (PT), Valter Neves (PSDB), Anderson Meireles (PTdoB) , Mauro do Atlântico (PT) e Paulo Reis (PMDB), aprovando o requerimento.

Após a aprovação da denúncia, os membros da Comissão Processante foram escolhidos através de sorteio. Os escolhidos foram Anderson Meireles (presidente), Dufles Pinto de Souza (vice-presidente) e Moacir Pereira de Melo (relator).

A partir de agora o prefeito Zé Henrique deverá ser comunicado oficialmente da criação da Comissão Processante e terá prazo para apresentar defesa.

“É uma coisa pequena, não houve como realizar o pagamento por causa de problemas na época, mas estou tranquilo, vou me defender na Câmara”, argumentou o prefeito José Trindade.

No caso de afastamento ou cassação, assumirá o cargo o vice-prefeito Tião Sereia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions