A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

06/04/2009 15:09

Câmara e Senado divulgam gastos com verba indenizatória

Redação

A Câmara e o Senado começaram a divulgar os gastos dos parlamentares com verba indenizatória, direito mensal destinado ao ressarcimento de despesas com manutenção de escritórios, aluguel, transporte e gastos relacionados ao exercício do mandato.

Os senadores, a exemplo dos deputados, recebem mensalmente R$ 15 mil de verba indenizatória para cobrir gastos com compromissos parlamentares fora de Brasília, além do salário de R$ 16.512.

O presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), defende o fim do benefício, mas afirma que a proposta deve ser discutida conjuntamente entre Câmara e Senado.

O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) já apresentou proposta de emenda à Constituição propondo o fim da verba e a equiparação do salário dos deputados e senadores aos R$ 25.500 pagos aos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal).

Sarney não confirma se é favorável a essa proposta. "Devemos encontrar uma maneira, mas ainda não entramos em detalhes", disse.

O Senado começou a divulgar os gastos com verba indenizatória tomando como exemplo a Câmara dos Deputados, que iniciou o processo no dia 2 deste mês.

O portal da Câmara (www.camara.gov.br) informa o valor do gasto, o nome e o CNPJ da empresa recebedora e o número da nota fiscal apresentada pelo parlamentar.

A divulgação dos comprovantes de gastos foi autorizada pela Mesa Diretora da Câmara, em fevereiro, depois de denúncias de suspeitas de uso irregular da verba pelo deputado Edmar Moreira (sem partido-MG), que responde processo de quebra de decoro parlamentar no Conselho de

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions