ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  19    CAMPO GRANDE 28º

Política

Campo Grande negocia área com Exército para obra do Hospital Municipal

Por Zemil Rocha e Kleber Clajus | 29/11/2013 19:22
Valter Cortez participou de audiência da Comissão de Obras na Câmara (Foto: Kleber Clajus)
Valter Cortez participou de audiência da Comissão de Obras na Câmara (Foto: Kleber Clajus)

A Prefeitura de Campo Grande está negociando com o Exército a permuta de uma área que fica na Av. Tamandaré com a Rua Euler de Azevedo, para a construção do Hospital Municipal e do terminal de ônibus do São Francisco. A revelação das tratativas foi feita ontem pelo presidente do Planurb, Valter Cortez, durante depoimento à Comissão de Obras da Câmara de Campo Grande.

O Hospital Municipal, segundo o projeto da Prefeitura, demandaria um investimento de R$ 112 milhões. Desse total, segundo Cortez, R$ 41 milhões serão assegurados graças a uma emenda do senador Delcídio do Amaral. O governo federal entraria com mais R$ 14 milhões. A Prefeitura previu uma contrapartida de apenas R$ 300 mil no Orçamento de Campo Grande para 2014. Ainda faltariam R$ 57 milhões para a obra.

A decisão de construir os dois equipamentos públicos na área hoje de propriedade do Exército, conforme Cortez, decorreu das facilidades, como “distribuição da população, questão viária e também acesso pelo transporte coletivo” na região. “Estrategicamente o mais adequado é ali naquele local”, emendou.

A construção do Hospital Municipal, salientou o presidente da Planurb, vai depender do apoio da bancada federal para garantir o investimento.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário