ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, SEGUNDA  25    CAMPO GRANDE 25º

Política

Com predomínio de centro e direita, veja como ficou o 'mapa político' de MS

Eleições municipais foram marcadas por predominância do PSDB, MDB e Dem

Por Guilherme Correia | 04/12/2020 09:11
João Alfredo (PSOL) é o único prefeito eleito em Mato Grosso do Sul pelo partido mais à esquerda (Foto: Arquivo/Campo Grande News)
João Alfredo (PSOL) é o único prefeito eleito em Mato Grosso do Sul pelo partido mais à esquerda (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Para representar o 'mapa político' de Mato Grosso do Sul, ou seja, quais partidos são predominantes nas prefeituras dos municípios do Estado, o Campo Grande News levantou dados sobre as eleições de 2020 e definiu que tons azuis seriam utilizados para definir partidos de direita, tons cinzas para partidos de centro, e tons de vermelho/rosa para partidos mais à esquerda.

O resultado? Um predomínio azul e cinza no mapa, já que maior parte dos prefeitos eleitos nas cidades são de partidos de direita ou centro. O PSDB, partido com ligações a setores de centro-direita, detém maior parte (37) das prefeituras do Estado, seguido do Democratas (14), MDB (7) e PSD (4), todos entre o centro e direita. (explore o mapa abaixo)

Para o professor e pesquisador em Ciência Política da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), a "coloração" do mapa já era esperada que fosse assim porque no Estado partidos de centro-direita e direita são "historicamente fortes".

Ele menciona que além disso, houve uma "onda à direita" em 2018, já que muitos políticos desse espectro político conseguiram se eleger. "Com muitos deputados sendo eleitos, por exemplo, pelo PSL [Partido Social Liberal], o fundo partidário foi maior. Então, partidos de direita tinham e têm muito dinheiro para investir nas eleições locais".

Por tudo isso, clima político, recursos, tradição em Mato Grosso do Sul, etc., resultados favoráveis à direita eram esperados. Por outro lado, eu pessoalmente apostava em um desempenho melhor da direita, mas a centro-direita foi mais dominante, com partidos como PSDB, PSD, entre outros", explica o pesquisador.

Destoando do restante do mapa, o partido mais à esquerda que elegeu representante foi o PSOL (Partido Socialismo e Liberdade), com apenas o advogado João Alfredo Danieze, eleito prefeito no município de Ribas do Rio Pardo.

Partidos com aproximação aos espectros de centro-esquerda, o PDT (Partido Democrático Trabalhista e PSB (Partido Socialista Brasileiro), elegeram juntos apenas três chefes de executivos municipais. Em Bonito, Josmail Rodrigues (PSB), em Angélica, João Donizete Cassuci (PDT), cuja candidatura ainda está sendo analisada pela Justiça Eleitoral, e em Parnaíba, Maycol Andrade (PDT).

No geral, perfil dos partidos dos prefeitos eleitos em Mato Grosso do Sul não tem sido muito diferente
No geral, perfil dos partidos dos prefeitos eleitos em Mato Grosso do Sul não tem sido muito diferente
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário