ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  22    CAMPO GRANDE 24º

Política

De gado a peixe, governador ouve demandas de diversas cadeias produtivas de MS

Riedel discutiu investimentos e plano de ação para impulsionar competitividade e diversificação econômica

Por Jhefferson Gamarra | 11/04/2024 17:25
Governador durante a rodada de conversas na Expogrande (Foto: Álvaro Rezende/Governo MS)
Governador durante a rodada de conversas na Expogrande (Foto: Álvaro Rezende/Governo MS)

Nesta quinta-feira (11), o governador Eduardo Riedel (PSDB) dedicou o dia para ouvir e debater as demandas de diversas cadeias produtivas do Estado diretamente da 84ª Expogrande, maior feira agropecuária de Mato Grosso do Sul, realizada em Campo Grande. Foram debatidas ações para garantir a competitividade de setores como gado, suinocultura, avicultura, psicultura, leiteira e pecuária orgânica e sustentável.

O foco principal desses encontros foi a diversificação produtiva do estado, visando o equilíbrio e a competitividade de toda a cadeia produtiva. “Discutimos investimentos com cada um dos setores organizados, e uma série de cadeias produtivas. Projetamos um plano de ação para que a gente possa atuar para dar cada vez mais competitividade para cada uma delas no nosso Estado. A gente faz a construção de maneira permanente e novos projetos estão por vir”, afirmou Riedel.

No "gabinete itinerante" foram realizadas reuniões com representantes de importantes entidades, incluindo a ASPNP (Associação Sul-mato-grossense de Produtores de Novilho Precoce), ASUMAS (Associação Sul-mato-grossense de Suinocultores), ABPO (Associação Pantaneira de Pecuária Orgânica e Sustentável), Avimasul (Associação dos Avicultores de Mato Grosso do Sul) e membros da Câmara Setorial do Leite, psicultura e avicultura.

O secretário Jaime Verruck, titular da Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), ressaltou a importância da agregação de valor e sustentabilidade para o desenvolvimento econômico sustentável de Mato Grosso do Sul.

“Nós temos que ser competitivos na estrutura da cadeia produtiva, não adianta eu ser muito bom no agro e não na agroindústria, ou vice-versa, nós temos que ter esse equilíbrio no processo de desenvolvimento. Com diversificação e agregação e valor, além de sustentabilidade”, frisou o secretário.

O encerramento dos trabalhos na Expogrande ocorreu durante um encontro de lideranças da suinocultura de Mato Grosso do Sul, onde Riedel reforçou o compromisso do governo com o fortalecimento das cadeias produtivas, destacando a importância da feira para evidenciar a capacidade de investimento e o potencial econômico do Estado.

“A Expogrande dá uma grande contribuição para que a gente possa reforçar a nossa vocação, de um Estado que produz, processa, industrializa, agrega e conquista mercados no Brasil e no mundo inteiro. Nosso governo está absolutamente comprometido com o Estado, no que diz respeito ao fortalecimento das cadeias produtivas. Estamos avançando na medida que o Estado ganha cada vez mais tração na sua capacidade de investimento, é isso que dá efetividade no dia a dia”, finalizou o governador.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias