A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

20/02/2009 15:26

Deputados federais de MS gastaram R$ 112 mil nas férias

Redação

Em pleno recesso (as férias dos parlamentares), os oito deputados federais de Mato Grosso do Sul receberam R$ 112.185,11, em janeiro, de reembolso por gastos, as chamadas verbas indenizatórias criadas para custear as atividades inerentes a atividade parlamentar.

O dinheiro repassado atendeu no último mês as despesas dos deputados com locomoção, hospedagem, alimentação, combustíveis e passagens. Os gastos da Câmara em janeiro com os reembolsos para todos os deputados federais do Pais somaram R$ 4,8 milhões.

Dos sul-mato-grossenses, o campeão de gastos foi Waldir Neves (PSDB) com R$ 21.684,47 de reembolso. Foi ele também o deputado federal tucano com maior verba indenizatória no mês. Somente com locomoção, hospedagem e alimentação, Neves gastou R$ 20.600,00 em dinheiro público.

Na seqüência do ranking de gastadores de Mato Grosso do Sul aparecem os peemedebistas Geraldo Resende, Waldemir Moka e Nelson Trad com, respectivamente, R$ 15.715,00, R$ 15.199,94 e R$ 14.845,79. Com a maior bancada, o PMDB é o campeão em recebimento de verba indenizatória, com R$ 871.393,22.

Vander Loubet (PT), Antônio Cruz (PP) e Dagoberto Nogueira (PDT) também tiveram gastos significativos: R$ 14.542,19; R$ 14.084,27; e R$ 11.034,28.

Ainda levando em conta somente os gastos dos deputados federais de Mato Grosso do Sul, a despesa menos significativa foi de Antônio Carlos Biffi (PT), no valor de R$ 5.079,17. (corrigida às 18h01)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions