A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

05/10/2013 10:04

Deputados Osvane Ramos e Lauro Davi assinam ficha de filiação no PROS

Zemil Rocha

Os deputados estaduais Osvane Ramos e Lauro Davi estão se filiando neste momento ao PROS (Partido Republicano da Ordem Social). Osvane deixa do PT do B (Partido dos Trabalhadores do Brasil) para trás e Lauro abandona o PSB (Partido Socialista Brasileiro). Nesta manhã de sábado, na Rua Maranhão, 187, ambos assinam ficha de filiação no novo partido, que é aliado do senador Delcídio do Amaral, pré-candidato a governador do PT.

Embora provenientes de partidos diferentes, Osvane e Lauro mudam de partido pelo mesmo motivo principal: indefinição quanto ao apoio eleitoral para a disputa do governo do Estado no ano que vem. Ambos se sentiam inseguros no PSB, ainda sem certeza sobre apoio a Delcídio ou Nelsinho Trad (PMDB), e PT do B, que tem tendência de continuar marchando com o PMDB nas eleições do ano que vem.

Além disso, Lauro destaca como fator importante na decisão de migrar para o PROS a “possibilidade de construir estrutura partidária nova, de ter a participação do mandato nas discussões políticas deste Estado”. No PSB, a centralização de toda a discussão sobre aliança para a sucessão estadual estava nas mãos do presidente regional da legenda, Murilo Zauith, que é prefeito de Dourados. “O mandato estava isolado. O partido isolou o mandato”, afirmou o deputado.

Sem poder influenciar nos rumos do partido, segundo Lauro Davi, a insegurança predomina quanto ao próprio futuro político do parlamentar. “Fica totalmente inseguro. E aí vem partidos novos, com nova proposta diferenciada, com possibilidade de ter mesmo espaço que o mandato precisa, e a gente vai. Não é nada contra PSB, que tem programa excelente, mas tem de ser executado e a direção nacional tem de democratizar a forma de acesso ao partido”, disse.

Na quarta-feira (2), quando anunciou que deixaria o PT do B, Osvane deixou claro que sua motivação era o fato de o partido estar propenso a continuar com o PMDB em 2014. “Já assumi que prefiro o senador Delcídio do Amaral”, declarou na ocasião. O fato de o PROS ter oferecido a ele a possibilidade de participar do comando estadual da legenda e apoiar Delcídio facilitou sua decisão.

Agora já no novo partido, Osvane, que já foi filiado ao PT e tem laços de amizade com as principais lideranças petistas, se sente à vontade. “A tendência nossa é caminhar com as novas lideranças do Estado, o senador Delcidio e o deputado Reinaldo”, revelou. “Vamos estar com PT, PSDB e outros partidos. Estamos nessa fileira aí”, declarou.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions