A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

23/08/2018 11:29

Deputados querem acionar segurança pública sobre furtos e vandalismo em igrejas

Deputados querem acionar segurança pública sobre furtos e vandalismo em igrejas

Izabela Sanchez e Leonardo Rocha
Sacrário foi arrancado da parede da Paróquia Santo Antônio e jogado no chão (Divulgação/ Paróquia Santo Antônio)
Sacrário foi arrancado da parede da Paróquia Santo Antônio e jogado no chão (Divulgação/ Paróquia Santo Antônio)

Os deputados da Alms (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) querem acionar a secretaria de segurança pública estadual sobre o crescimento de furtos e vandalismo em paróquias da Igreja Católica em Campo Grande. O tema foi discutido durante sessão desta quinta-feira (23). Os parlamentares decidiram criar uma comissão na Casa, para participar das reuniões, audiências e analisar quais medidas serão tomadas.

Quem levantou o assunto foi o deputado Paulo Siufi (MDB), que utilizou a tribuna e pediu ações efetivas da segurança pública. O parlamentar afirma que, nos últimos meses, foram registrados diversos casos furtos e ações de vandalismo.

As ações de violência ocorreram, conforme pontuou, na Catedral Santo Antônio, na região central, na São Francisco Sales, no bairro Ana Maria Couto, na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, Paróquia Santa Rita de Cássia e Paróquia Nossa Senhora da Saúde.

Além dos furtos, pontuou, houve depredação de objetos considerados sagrados. O deputado declarou ter sido procurado por padres que cobraram uma solução. As reclamações motivaram reunião entre o parlamentar o Arcebispo da Arquidiocese de Campo Grande, Dom Dimas Lara Barbosa. “É uma afronta à religiosidade”, declarou o deputado.

O deputado Cabo Almi (PT) sugeriu uma reunião junto ao secretário estadual de segurança pública Antônio Carlos Videira, para cobrar ações efetivas e obter informações sobre as investigações.

Presidente da Assembleia, Júnior Mochi (MDB) afirma que a preocupação foi discutida na Paróquia São João Bosco, frequentada pelo parlamentar. “Tem chocado os fieis”, afirmou. Pedro Kemp (PT) declarou que a Igreja Nossa Senhora de Fátima já contratou seguranças para evitar os furtos. 

Casos – No dia 17 de julho, invasores ainda não identificados destruíram o local onde se guarda o Santíssimo Sacramento na Catedral de Nossa Senhora da Abadia, em Campo Grande. A ação ocorreu durante a madrugada, no templo localizado na esquina da avenida Calógeras com a 15 de Novembro.

Em maio, um pastor foi feito refém no Monte Castelo e os assaltantes fugiram com o dinheiro do dízimo.



Agradeço ao Deputado Dr Paulo Siufi por lutar por segurança das nossas igrejas.... como católica, moradora do bairro universitário e frequentadora das missas na Santa Rita.... Sabemos que a sua luta por segurança sera vitoriosa... Obrigada...
 
Mirian Pereira de Oliveira em 23/08/2018 12:13:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions