A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

25/04/2016 12:06

Em 15 dias, PMDB, PSB e PR se reúnem para começar a discutir candidatura

Peemedebistas se movimentam para a disputa eleitoral deste ano

Mayara Bueno e Leonardo Rocha
Peemedebistas re reuniram nesta segunda-feira (25). Na foto, o ex-governador André Puccinelli ao lado do deputado estadual Marcio Fernandes e do presidente do PMDB em MS, Junior Mochi. (Foto: Fernando Antunes)Peemedebistas re reuniram nesta segunda-feira (25). Na foto, o ex-governador André Puccinelli ao lado do deputado estadual Marcio Fernandes e do presidente do PMDB em MS, Junior Mochi. (Foto: Fernando Antunes)
Presidente regional do partido, Junior Mochi. Ele afirmou pré-acordo com PSB e PR. (Foto: Fernando Antunes)Presidente regional do partido, Junior Mochi. Ele afirmou pré-acordo com PSB e PR. (Foto: Fernando Antunes)

Em 15 dias, o PMDB, PSB e PR vão se reunir para dar início à discussão que definirá o candidato para disputar a Prefeitura da Capital. Nesta segunda-feira (25), lideranças peemedebistas se encontraram no diretório estadual e confirmaram um pré-acordo com os dois partidos. A intenção é lançar um candidato e o restante das legendas apoiar a escolha.

Por parte do PMDB, segundo o presidente estadual Junior Mochi, há os nomes do deputado federal Carlos Marun e do senador Waldemir Moka. O PSB aposta, provavelmente, na deputada federal Tereza Cristina e, por fim, o PR tem o recém-filiado, Sérgio Longen.

O objetivo, segundo Mochi, é que os três partidos apresentem seus possíveis pré-candidatos, e que, em consenso, as legendas definam um nome. “Queremos fazer um grupo político conjunto e forte para a eleição, que tenha chance de vencer em Campo Grande”.

Inicialmente, a ideia do partido era lançar candidatura própria, o que não está descartado, mas “como não tem, até o momento”, o PMDB vai buscar a aliança, disse Mochi.

O ex-governador André Puccinelli disse novamente que não será candidato a prefeito, mas afirmou que será um dos coordenadores de campanha “do escolhido”. No início da reunião, Puccinelli havia falado sobre o pré-acordo entre os três partidos.

PMDB no Estado – Durante o encontro, os peemedebistas apresentaram o número de pré-candidatos em Mato Grosso do Sul. Ao todo, segundo Mochi, o partido tem 48 municípios que já têm nomes pré-definidos. Agora, eles serão convidados para uma reunião para ver quem efetivamente concorrerá ao pleito e começar a traçar as estratégias.

Em Dourados, está confirmada a pré-candidatura do deputado estadual Renato Câmara (PMDB), enquanto em Três Lagoas, base eleitoral da senadora Simone Tebet e município presidido pelo deputado estadual Eduardo Rocha, ainda não há definição, por parte dos parlamentares, se haverá candidatura própria ou se apoiará o nome de outro partido.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions