A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

05/06/2014 16:22

Em evento com Aécio, evangélicos defenderão Rose para vice de Reinaldo

Josemil Arruda
Vereadora Rose se dispõe a ser vice, mas Reinaldo quer a vaga para aliança (Foto: arquivo)Vereadora Rose se dispõe a ser vice, mas Reinaldo quer a vaga para aliança (Foto: arquivo)

Um grupo de pastores evangélicos e lideranças dessas igrejas deve defender amanhã, durante evento do “Pensando MS” com a presença do presidenciável Aécio Neves (PSDB), a pré-candidatura da vereadora Rose Modesto a vice-governadora na chapa a ser encabeçada pelo deputado federal tucano Reinaldo Azambuja.

Durante o evento, na Câmara de Campo Grande, na manhã de sexta-feira (6), os defensores do nome de Rose para vice devem entregar abaixo-assinado ao pré-candidato a governador do PSDB, Reinaldo Azambuja, segundo informações da assessoria de imprensa da vereadora.

Apesar de ter a pretensão de ser vice, a vereadora Rose Modesto ainda não fechou questão quanto ao cargo que vai disputar na eleição deste ano. Caso não seja vice, a única vaga que rejeita é para a Assembleia Legislativa, a fim de evitar concorrer com seu irmão, o ex-deputado e suplente Rinaldo Modesto.

Os religiosos que defendem o nome de Rose para vice-governadora já levaram essa proposta até ao presidente estadual do PSDB, deputado estadual Márcio Monteiro.

O presbítero Ismael Faustino, da igreja Assembleia de Deus Nova Aliança, seria um dos organizadores desse movimento. Ele informou que o segmento evangélico tem se posicionado a favor da família e contra mudanças na legislação que possam ameaçá-la. “Reinaldo e Aécio são pessoas que tem sido vistas como bons nomes”, declarou o religioso. Indagado se o movimento de pastores e líderes evangélicos amanhã tem a finalidade de apoiar Rose para vice de Azambuja, ele respondeu com cautela: “O nome da Rose é um nome, mas o teor do evento não é esse”.

Vice para aliança – O deputado Reinaldo Azambuja tem reservado, porém, as vagas majoritárias prioritariamente para alianças com outros partidos, a fim de fortalecer-se na disputa pelo governo do Estado. À princípio, a vaga do Senado já está destinada ao empresário Antônio João Hugo Rodrigues, presidente estadual do PSD. Sobra a vice, que já foi reivindicada pelo PPS e oferecida ao SDD.

O PSD indicou a vereadora Luiza Ribeiro para a vaga de vice-governadora na chapa liderada por Azambuja. Por outro lado, os tucanos chegaram a sondar o vereador Herculano Borges (SDD) para a vaga, que ficou de consultar a direção nacional do Solidariedade. O SDD, porém, vem sendo considerado pelo governador André Puccinelli como partido aliado do PMDB nas eleições deste ano.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions