ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  30    CAMPO GRANDE 24º

Política

Justiça Eleitoral veta candidatura de Trutis para prefeito

Capital tem 13 candidatos liberados e um ainda segue sob análise neste domingo

Por Aline dos Santos | 25/10/2020 15:25
Deputado federal, Loester Carlos teve pedido indeferido para ser candidato a prefeito. (Foto: Agência Câmara)
Deputado federal, Loester Carlos teve pedido indeferido para ser candidato a prefeito. (Foto: Agência Câmara)

A Justiça Eleitoral indeferiu o pedido de candidatura do deputado federal  Loester Carlos Gomes de Souza (PSL), conhecido como Trutis, para concorrer ao cargo de prefeito de Campo Grande.

Publicada neste domingo (dia 25) no mural eletrônico do TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral), a decisão da juíza da 44ª Zona Eleitoral, Joseliza Alessandra Vanzella Turine, aponta que Loester não entregou documentação solicitada e o Ministério Público Eleitoral lembrou que ele não  foi o candidato escolhido na convenção do PSL.

Numa segunda decisão, também divulgada hoje, foi indeferido o pedido de candidatura de Lilian dos Santos Durães,  vice-prefeita na chapa liderada por Loester.

Desta forma, o candidato do PSL à prefeitura será Vinícius Siqueira, que já teve registro para concorrer deferido pela Justiça Eleitoral.

Os candidatos que tiverem o pedido indeferido, ainda podem recorrer nas instâncias superiores da Justiça Eleitoral, e assim continuar com suas respectivas campanhas, no entanto caso sofram novas derrotas, terão seus votos invalidados após a abertura das urnas, no dia 15 de novembro.

Já estão liberados para o pleito: Marquinhos Trad (PSD), Marcelo Bluma (PV), João Henrique Catan (PL), Marcelo Miglioli (SD), Márcio Fernandes (MDB), Pedro Kemp (PT), Cris Duarte (PSOL), Sidneia Tobias (Podemos), Paulo Matos (PSC), Dagoberto Nogueira (PDT), Guto Scarpanti (Novo), Esacheu Nascimento (PP) e Vinícius Siqueira (PSL).

A candidatura de Sergio Harfouche (Avante) aguarda julgamento. As candidaturas de Loester Carlos e Thiago de Carvalho Assad (PCO) foram indeferidas.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário