A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Dezembro de 2018

28/06/2018 08:23

Lei garante merenda diferente para alunos intolerantes à lactose

Também são incluídos neste grupo os estudantes que têm doença celíaca em MS

Leonardo Rocha
Lei trata da merenda dos estudantes da rede pública (Foto: Divulgação - SED)Lei trata da merenda dos estudantes da rede pública (Foto: Divulgação - SED)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) sancionou a lei que prevê merenda diferenciada a alunos com intolerância à lactose, assim como quem tem doença celíaca, que se trata de uma reação imunológica a produtos com “glúten”, que gera inflamação grave no intestino.

A proposta de autoria de Paulo Siufi (MDB) é direcionada para rede pública de ensino, incluindo estes novos grupos em uma legislação que já prevê merenda diferenciada a estudantes que têm diabetes. A justificativa é que a alimentação oferecida nas escolas não pode prejudicar a saúde dos estudantes, tendo eles uma dieta adequada.

O autor lembra que não existe cura para pessoas que têm intolerância à lactose e a doença celíaca. A única forma de se livrar dos transtornos intestinais e evitar as complicações, por meio da alimentação. A matéria foi aprovada por unanimidade na Assembleia e agora teve a sanção do governo estadual.

A doença celíaca é uma reação imunológica ao "glúten" que causa uma inflamação grave no intestino e que pode levar à desnutrição por má absorção de nutrientes. Já as pessoas intolerantes à lactose tem incapacidade do corpo em digerir este tipo de açúcar, que é encontrado no leite e em outros produtos derivados.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions