A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

15/12/2017 17:06

Miglioli espera que decisão sobre candidatura tucana ao Senado saia até janeiro

Secretário de Infraestrutura é pré-candidato do PSDB a senador e deve deixar o cargo até abril do ano que vem

Humberto Marques e Mayara Bueno
Miglioli pretende deixar a Seinfra para trabalhar pré-candidatura em abril. (Foto: Paulo Francis)Miglioli pretende deixar a Seinfra para trabalhar pré-candidatura em abril. (Foto: Paulo Francis)

Pré-candidato ao Senado nas eleições de 2018 pelo PSDB, o secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, espera que a definição dos nomes a serem defendidos pelo partido na disputa seja feita entre o fim deste mês e janeiro do ano que vem. A discussão, reforçou ele, já acontece dentro do partido.

“Estamos construindo uma pré-candidatura, como tem outros companheiros nossos que estão pleiteando. Acredito que, de dezembro para janeiro, tenhamos essa definição. E nós vamos marchar unidos em cima de um só nome”, declarou Miglioli, durante visita ao Campo Grande News nesta sexta-feira (15).

O secretário informou que, com a evolução da pré-candidatura, pretende se desincompatibilizar do cargo até abril –o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) determinou que pré-candidatos a deputado federal e estadual deixem a gestão ainda neste mês; enquanto quem pretende disputar as vagas majoritárias (Senado, governo ou vice) terá até abril para se afastar. Este é o prazo limite dado pela Justiça Eleitoral para que integrantes de administrações públicas se afastem dos cargos para concorrer no pleito.

Planejado – Ainda segundo Miglioli, ainda será definido quem seria seu eventual substituto. “Mas toda a secretaria está organizada, planejada, e vai começar 2018 para seguir o planejamento feito até agora”, detalhou o secretário.

Ele ainda disse que o processo começou a ser construído após consulta a Reinaldo –a quem acompanha desde a gestão na Prefeitura de Maracaju (a 160 km de Campo Grande). “O direito de pleito é legítimo. A discussão é feita dentro do partido, do grupo político do governador”.

Ainda conforme o secretário, há outros nomes no PSDB interessados na vaga de candidato ao Senado –o secretário de Governo e Relações Institucionais, Eduardo Riedel, seria um deles. Em 2018, estarão em disputa duas das três cadeiras de Mato Grosso do Suo no Senado.

Padilha afirma que PSDB está fora do governo, mas Temer decidirá sobre ministros
O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou na tarde desta quarta-feira (29) que já considera o PSDB fora da base do governo. Contudo, condicio...
Reinaldo diz que escolha de Alckmin para comandar o PSDB dará unidade ao partido
As movimentações visando a conduzir o governador de São Paulo e presidenciável Geraldo Alckmin à presidência nacional do PSDB darão unidade ao partid...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions