A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Outubro de 2018

28/09/2018 10:31

Na reta final da campanha, candidatos ao governo privilegiam interior

Postulantes ao cargo de chefe do Executivo estadual participam de evento na OAB

Mayara Bueno e Leonardo Rocha
Reinaldo Azambuja durante apresentação na OAB. (Foto: Leonardo Rocha).Reinaldo Azambuja durante apresentação na OAB. (Foto: Leonardo Rocha).
Candidato do PSOL, João Alfredo durante evento. (Foto: Leonardo Rocha).Candidato do PSOL, João Alfredo durante evento. (Foto: Leonardo Rocha).

A reta de campanha eleitoral para os candidatos ao Governo de Mato Grosso do Sul será nas ruas de cidades do interior do Estado. Dos seis postulantes, quatro participam de evento da OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil) para assinatura de um pacto nesta sexta-feira (dia 28).

Atual governador e candidato à reeleição pelo PSDB, Reinaldo Azambuja disse que começa hoje uma maratona que chegará a oito municípios no fim de semana. Entre eles, cidades próximas a Dourados. O tucano afirma, ainda, que tem percorrido diariamente reuniões de candidatos a deputado de sua coligação na Capital.

 

Do PV, Marcelo Bluma se apresenta no evento. (Foto: Leonardo Rocha).Do PV, Marcelo Bluma se apresenta no evento. (Foto: Leonardo Rocha).
Junior Mochi discursa para plateia na OAB. (Foto: Leonardo Rocha).Junior Mochi discursa para plateia na OAB. (Foto: Leonardo Rocha).

João Alfredo, do PSOL, quer focar a campanha eleitoral na última semana antes do voto em Corumbá e Três Lagoas. Não deve promover grandes eventos, afirma, pois a campanha é “modesta e sem dinheiro”.

O candidato do PV Marcelo Bluma também disse que deu pouca atenção ao interior do Estado, por isso, também concentrará forças em cidades da região leste, principalmente, nesta reta final.

Diferente dos adversários, o postulante do MDB Junior Mochi vai focar em Campo Grande, maior e principal cidade de MS. Ele planeja um grande evento no próximo sábado (dia 6), véspera da eleição, ainda sem grandes detalhes definidos.

Humbero Amaducci, do PT, e Odilon de Oliveira, do PDT, foram convidados também. Contudo, ambos não participam do evento de hoje, porque alegaram compromissos marcados anteriormente.

Cada candidato terá cinco minutos para apresentação e exposição de seus programas de governo. Depois, os postulantes assinam pacto com a Ordem, com compromissos como cidadania, transparência, combate ao caixa 2, gestão, valorização da gestão participativa, meritocracia, responsabilidade fiscal e combate a corrupção.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions