A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

15/04/2014 17:11

Olarte diz que faltava “gerenciamento” para projetos serem executados

Josemil Arruda e Kleber Clajus
Gilmar reuniu-se hoje com dirigentes e técnicos da CEF (Foto: Marcelo Victor)Gilmar reuniu-se hoje com dirigentes e técnicos da CEF (Foto: Marcelo Victor)

O prefeito Gilmar Olarte (PP) garante que a partir de agora os projetos que estavam praticamente paralisados na Capital vão tramitar com agilidade. “O que faltava era gerenciamento das ações e atenção tanto a grandes quanto pequenas obras. Por isso, vamos manter reuniões permanentes para garantir a celeridade necessária para o andamento das ações”, afirmou o progressista esta manhã, na Superintendência da Caixa Econômica Federal (CEF) após reunião do comitê que tem sessões a cada 15 dias para dar celeridades a projetos, como PAC e Minha Casa Minha Vida.

Durante cerca de duas horas e meia, Olarte esteve reunido com o superintendente da CEF, Paulo Antunes, técnicos da instituição financeira e representantes das secretarias de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico (Semadur) e de Planejamento, Finanças e Controle (Seplanfic), da Agência Municipal de Habitação (Emha) e da Procuradoria Geral do Município.

“A gestão precisa agir com solução de continuidade. Precisamos ter a preocupação com tudo que Campo Grande já tem e os projetos que estão chegando, para que todos sejam adequadamente gerenciados”, destacou Gilmar Olarte.

Dentre principais entraves a projetos, o prefeito citou a desapropriação de alguns imóveis e de alguns detalhes técnicos que emperraram obras, como a da Praça da Juventude, problema de de drenagem no Jardim Cidade Morena e o de sinalização turística, no valor de R$ 500 mil.

Quanto à obra que dependia da liberação da ALL (América Latina Logística), na região do Bálsamo, Olarte informou que a empresa já deu autorização para continuidade da execução do projeto de urbanização, com implantação de parque linear.

Indagado sobre a entrega das 5,7 mil casas da Emha estão praticamente prontas, o prefeito respondeu: “Depende de alguns pequenos ajustes para que sejam entregues”.

 

 

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions