A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Agosto de 2017

25/04/2014 21:38

Oposição recorre à Justiça Federal para suspender eleição parcial da OAB

Alan Diógenes

O ex-presidente da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso do Sul), Carmelino Resende, afirmou na noite desta sexta-feira (25), que o grupo de ex-dirigentes e ex-conselheiros que fizeram a “renúncia coletiva” na seccional, entrou com uma ação na 2ª Vara da Justiça Federal, para derrubar a decisão do Conselho Federal de realizar eleição parcial. Os opositores querem que a eleição do órgão seja feita por chapa completa.

De acordo com Carmelino, o recurso foi apresentado na tarde de hoje, e quem cuidará do caso é a juíza Janete Lima Miguel. “O conselho determinou que as eleições sejam feitas apenas para preencher os cargos vagas. Nós não aceitamos essa decisão, e pedimos para a juíza, que seja feita a eleição para o preenchimento de todos os cargos , e não só para os que estão vazios”, destacou.

Segundo Carmelino, a decisão do conselho em realizar eleição parcial é contrária ao Estatuto e o Regulamento Geral da entidade. “Essa atitude do conselho é totalmente ilegal e desrespeita as leis do órgão. A decisão precisa ser revogada o quanto antes”, salientou.

Além de pedir a suspensão imediata da eleição parcial marcada para o dia 16 de junho, os opositores pedem o afastamento do atual presidente da OAB/MS, Júlio Cesar Souza Rodrigues.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions