ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  26    CAMPO GRANDE 24º

Política

Para Bernal, nova reviravolta em caso de cassação é “vitória da Justiça”

Por Vinícius Squinelo e Filipe Prado | 22/11/2013 20:44

O prefeito Alcides Bernal (PP) comentou apenas que a decisão que colocou novamente fim à Comissão Processante da Câmara Municipal é “vitória da Justiça”. O prefeito não quis se alongar nas discussões sobre os dois últimos dias, onde três magistrados diferentes “derrubavam e mantinham” os trabalhos da comissão.

“O fim da Comissão Processante foi uma vitória da Justiça, vitória do Direito, e vitória dos eleitores que me elegeram e para quem fui eleito”, afirmou Bernal, em evento de posse da nova diretoria regional e municipal do PRB.

Decisões – Em nova reviravolta, o TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) revogou a liminar concedida na madrugada pelo desembargador Luiz Tadeu Barbosa Silva e suspendeu, pela segunda vez, a Comissão Processante da Câmara Municipal. Com a decisão do desembargador João Maria Lós, na tarde de hoje, o processo que pode levar a cassação do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), fica suspenso.

Na quarta-feira, o desembargador Hidelbrando Coelho Neto acatou pedido de Bernal e suspendeu a investigação até o julgamento do mérito pela 1ª Câmara Cível do TJMS. No mesmo dia, a Câmara Municipal ingressou com mandado de segurança e obteve uma liminar, por volta da 1h de ontem, para suspender a liminar anterior.

Na tarde de hoje, Lós, que estava viajando ontem, despachou e indeferiu o pedido da Câmara Municipal. Ele alegou que não a liminar de Hidelbrando Coelho Neto não era descabida nem monstruoso para ser alvo de um mandado de segurança, o recurso utilizado pelos vereadores.

Com a decisão, a Comissão Processante suspende os trabalhos e o prefeito Alcides Bernal fica livre de prestar depoimento na segunda-feira. Ele seria ouvido às 14h.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário