A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Agosto de 2017

25/02/2014 12:23

PDT vai buscar espaço em aliança e até indicação de vice, diz Felipe Orro

Leonardo Rocha
Felipe Orro afirma que o PDT vai buscar seu espaço na aliança com o PT e até a possibilidade de indicar o vice (Foto: Divulgação)Felipe Orro afirma que o PDT vai buscar seu espaço na aliança com o PT e até a possibilidade de indicar o vice (Foto: Divulgação)

O deputado estadual Felipe Orro (PDT) afirmou que o partido que já “sinalizou” a parceria com o PT, com o apoio ao senador Delcídio do Amaral, vai pleitear espaço nesta coligação, tendo como uma das metas a indicação do candidato a vice-governador na chapa petista.

“No dia 20 de março iremos anunciar oficialmente o nosso apoio nesta eleição, que já foi sinalizado pelo apoio ao PT, vamos buscar e pleitear espaço nesta coligação, assim como a vaga de vice”, ressaltou ele.

Orro já havia dito anteriormente que o PDT tinha consolidado sua “força política” no Estado e que por esta razão almejava disputar a eleição na majoritária. Ele apontou que o partido iria buscar esta situação na aliança na qual fizesse parte.

O deputado George Takimoto (PDT) foi mais discreto e ponderou que ainda não há uma “definição oficial” e, portanto não há como articular esta posição ao PDT.

“Existe uma tendência anunciada no apoio ao PT, mas isto não quer dizer que não haja espaço para diálogo com outros partidos”, declarou ele.

Retorno – Os deputados petistas comemoram o “retorno” extra-oficial do PDT para o apoio ao PT. Eles ressaltam que as duas legendas já estiveram em várias campanhas juntas e possuem em comum a luta pela classe trabalhadora.

“Vejo com muito otimismo, o PDT sempre esteve conosco, tanto que já participou da gestão do PT a frente de secretarias importantes. Eles poderão nos ajudar tanto na campanha, como em nossa administração, caso tenhamos a vitória nas urnas”, apontou Pedro Kemp (PT).

Já Cabo Almi (PT) ressaltou que a vinda do PDT mostra que a direção estadual do PT está conseguindo “atrair” os partidos que fazem parte da base da presidente Dilma Rousseff (PT), para aliança regional.

“Estamos com conversas adiantadas com outros partidos, como PR e PSD e iremos formar um bloco forte de partidos, começamos bem o processo eleitoral”, destacou ele.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions