A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

26/12/2013 17:34

PM barra manifestantes e enfrenta fúria de presidente de Agência de Regulação

Edivaldo Bitencourt e Lidiane Kober

A Polícia Militar barrou, há pouco, a entrada de novos manifestantes na Câmara Municipal, que reiniciou a sessão de julgamento do prefeito Alcides Bernal (PP). Os vereadores podem, nesta quinta-feira (26), cassar o mandato do prefeito, o primeiro em 114 anos de história da Capital.

Ao ver os funcionários comissionados sendo barrados, a presidente da Agência Municipal de Regulação dos Serviços Delegados, Ritva Cecília Queiroz Vieira, revoltou-se e bateu boca com os policiais militares.

“Aqui é a casa do povo, o povo tem que entrar”, berrava Ritva, defendendo o acesso dos manifestantes ao legislativo.

A PM argumentou que a restrição tinha o objetivo de evitar tumulto e confusão, como ocorreu de manhã. No entanto, após os ânimos se acalmarem, cerca de 20 pessoas, que estavam fora da Câmara, puderam entrar e acompanhar a sessão.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions