A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

03/12/2014 11:20

Prefeito ameaça substituir Instituto Mirim se atual comando não renunciar

Edivaldo Bitencourt e Kleber Clajus
Olarte pretende reassumir o comando do Instituto Mirim (Foto: Kleber Clajus)Olarte pretende reassumir o comando do Instituto Mirim (Foto: Kleber Clajus)

A Prefeitura de Campo Grande estuda, pela primeira vez em 30 anos, substituir o Instituto Mirim na formação e capacitação profissional de adolescentes. Se a atual diretoria não renunciar ao comando do órgão, o prefeito Gilmar Olarte (PP) pretende substituí-la por uma outra instituição.

O objetivo é garantir a indicação da primeira-dama e presidente de honra do FAC (Fundo de Atendimento à Comunidade), Andréia Olarte, para o comando do instituto. Ela quer manter a tradição das primeiras-damas, que se repetiu nas últimas gestões com Miriam Gonçalves, de Alcides Bernal (PP), e Maria Antonieta Amorin, na gestão de Nelsinho Trad (PMDB).

No entanto, houve mudança no estatuto em 2009 e em 2013, que desvinculam o Instituto Mirim da Prefeitura de Campo Grande. Segundo auditoria da prefeitura, há diversas irregularidades e não há prestação de contas. O município repassa, por mês, de R$ 300 mil a R$ 500 mil ao Instituto Mirim.

Andréia Olarte contou que a prefeitura tem três instituições definidas para assumir a função do Instituto Mirim, que capacita mil adolescentes por ano. Uma das instituições é a Seleta, que já trabalha com a formação de adolescentes.

Olarte disse que, legalmente, não pode fazer ações nem repassar recursos para o órgão que não tem convênio com o município. Em nota, ontem, o Instituto Mirim informou que não recebe recursos do município desde março deste ano.
“Nenhuma criança será abandonada pela prefeitura, o que precisamos é restabelecer a ordem”, destacou o prefeito.

Ele acusa o antecessor, Alcides Bernal, de ter mudado o estatuto e nomeado os atuais dirigentes do Instituto Mirim. Em nota, ontem, o ex-prefeito negou a denúncia.

Andréia confirmou, hoje, que pretende assumir o comando do Instituto Mirim. O prefeito destacou que o objetivo é, inclusive com ação na Justiça, trazer o Instituto Mirim para o comando da prefeitura.




Isso e uma absurdo, pois vários adolescentes entram no mercado de trabalho por meio desta instituição...isso ta virando uma palhaçada....afinal virou a partir do momento que eles (políticos) colocaram a pessoa que eles queriam para ficar na prefeitura!!
 
Tay em 04/12/2014 12:31:14
esse homem não tem capacidade nem de administrar a casa dele.
 
munhoz em 03/12/2014 16:51:49
Fui Mirim em 1994 até 1999, e por ajuda da Instituição foi onde consegui meu primeiro emprego, o qual estou até hoje e agora no cargo de Engenheiro.
É um absurdo que interesses particulares prejudiquem pessoas que precisam de pelo menos um incentivo e apoio. Fazer com que pessoas menos desfavorecidas sofram, para que políticos sem bom senso consigam objetivos é covardia.
 
Moacir em 03/12/2014 15:04:06
O PREFEITO JÁ VAI DESVIAR MILHÕES DA CAPITAL E AGORA QUER COLOCAR A MULHER DELE PRA TIRAR UM POUCO TAMBÉM, BRASIL, PAÍS DE LIXO.
 
japa em 03/12/2014 14:40:25
Lamentável Sr. Gilmar, colocar em risco uma ong tão respeitada, por mero capricho de suas articulações políticas. A cada dia me decepciono com sua gestão e forma de administrar a capital.
 
Gialyson Corrêa da Silva em 03/12/2014 14:07:42
Acontece que o Berna foi fracassado nas eleições e precisa de uma fonte de renda, dai pra onde ele foi?
Instituto Mirim.
 
wild em 03/12/2014 12:16:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions