A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

08/02/2017 12:21

PSDB e PMDB formalizam blocos para manter controle em comissões

Richelieu de Carlo e Leonardo Rocha
Beto Pereira (PSDB), líder do bloco tucano. (Foto: Assessoria/ALMS)Beto Pereira (PSDB), líder do bloco tucano. (Foto: Assessoria/ALMS)

Os líderes do PMDB e PSDB oficializaram a criação de dois blocos parlamentares para manter o controle nas comissões permanentes da Assembleia. Além destes, a bancada do PT vai indicar 1 deputado e Grazielle Machado (PR) decidiu se manter independente.

Com a recriação destes blocos, nesta quarta-feira (8), para dividir os poderes no Legislativo, cada grupo terá dois representantes em cada comissão, assim como maioria em eventuais CPIs e grupos formados para discutir temas especiais no legislativo.

A partir de agora, os grupos vão se reunir para indicar os nomes para as 16 comissões permanentes da Assembleia Legislativa, que analisam, votam e emitem pareceres às matérias e proposições distribuídas pelo presidente da casa de leis.

O bloco peemedebista também é formado por membros do PDT e DEN. Liderado por Eduardo Rocha (PMDB), o grupo conta com Renato Câmara (PMDB), Márcio Fernandes (PMDB), Antonieta Amorim (PMDB), Junior Mochi (PMDB), Eduardo Rocha (PEN), George Takimoto (PDT) e o estreante, Paulo Siufi (PMDB).

Já o bloco tucano conta com deputados do DEM, PSC, SD e PR. É liderado por Beto Pereira (PSDB), e integrado por Felipe Orro, Flávio Kayatt, Maurício Picarelli, Mara Caseiro, Onevan de Matos e Rinaldo Modesto do PSDB, além de Zé Teixeira (DEM), Herculano Borges (SD), Coronel David (PSB), Paulo Corrêa (PR).

Os deputados petistas Amarildo Cruz, Cabo Almi, João Grandão e Pedro Kemp, serão terão 1 representante em cada comissão. Enquanto Grazielle Machado não aderiu a nenhum bloco e participará como independente.

Justiça – A mais cobiçada das comissões, a de Constituição, Justiça e Redação, já conta com interessados em fazer parte dela. Do lado peemedebista, Eduardo Rocha, Eduardo Rocha e Renato Câmara.

Dos tucanos, apenas Beto Pereira declarou interesse. Enquanto a bancada do PT já definiu seu indicado: Pedro Kemp.

A formação de blocos na Assembleia foi retomada a partir de 2015, quando os partidos com menos representantes, tendo o apoio do governo estadual, resolveu formar um grupo, para ter mais espaço nas discussões e comissões do legislativo. Já no ano passado, o PSDB e o PMDB resolveram tomar frente destas composições.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions