A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

01/04/2008 08:44

Puccinelli é vaiado e chamado de "Dr. Morte' em Dourados

Redação

A visita do governador André Puccinelli ontem a Dourados foi marcada por protestos de acadêmicos do curso de Medicina da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) que chegaram a chamar o chefe do Executivo de "Doutor Morte" ao cobrar solução para a crise financeira enfrentada pelo Hospital Universitário. O governador bateu boca com os estudantes que foram classificados por ele de "mal-educados" e "palhaços". Puccinelli foi ao município para fazer a entrega de R$ 1,456 milhão para a rede de saúde pública.

Os estudantes chegaram a levar para a Câmara de Dourados, local da cerimônia de entrega dos nove cheques, uma caixão de defunto com a inscrição "André decreta a morte da saúde", além de uma faixa com as inscrições "André Dr. Morte".

Após a confusão, o clima ficou mais amistoso. Puccinelli, que é médico, chegou a ser aplaudido pelos estudantes após falar da profissão.

Ele fez  ontem a entrega dos cheques à saúde depois de vencer a briga judicial com o prefeito Laerte Tetila, que acusava o governador de deixar de fazer repasses obrigatórios para o município.

O governador mais uma vez criticou a prefeitura e, antes de sair, deixou o prefeito Tetila  visivelmente constrangido, ao recomendar aos estudantes que fiscalizem a aplicação do dinheiro da saúde em Dourados paraevitar "roubalheira". 

André também anunciou que vai receber um comissão de seis estudantes de medicina para discutir a situação do HU. (com informações do jornal Diário MS).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions