A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

22/05/2013 16:57

Secretário de Bernal falta à oitiva e CPI da Saúde deverá convocá-lo

Zemil Rocha
Flavio Cesar revelou ainda que Bernal deixou de prestar contas a conselho (Foto: Daniel Ângelo)Flavio Cesar revelou ainda que Bernal deixou de prestar contas a conselho (Foto: Daniel Ângelo)

Por não ter comparecido como representante da prefeitura no Conselho Municipal de Saúde na oitiva de ontem na Câmara de Campo Grande, o secretário de Saúde, Ivandro Fonseca, deverá ser convocado pela CPI da Saúde. “Estiveram presentes representados dos trabalhadores e dos usuários, mas não compareceu o representante da gestão, que é o secretário de Saúde e, por isso, ele será convocado”, informou o presidente da CPI, vereador Flavio Cesar (PT do B).

A convocação deverá ser apreciada na próxima reunião da CPI na semana que vem. Ivandro deverá prestar esclarecimentos sobre as relações do município com o Hospital do Câncer e repasses de recursos.

Durante a reunião de ontem, com os integrantes do Conselho Municipal de Saúde, o secretário da instância, Sebastião Junior, denunciou que o Executivo municipal não tem mais encaminhado balancetes das receitas e gastos da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau). Segundo Sebastião, desde a posse do prefeito Alcides Bernal (PP), em janeiro, nenhum balancete contábil chegou ao conselho, que tem a prerrogativa legal para ter acesso a esses números.

O presidente da CPI da Saúde, Flavio Cesar, informou que vai encaminhar a denúncia à Comissão Permanente de Saúde da Câmara, a fim de que tome as devidas providências. “A parte da CPI vamos convocar o secretário Ivandro”, disse ele.

Diligências – A CPI da Saúde prossegue as diligencias, visitas e preparativos para oitivas com convocados. Hoje à tarde, o presidente da CPI, Flavio Cesar, visitou a chefia do Ministério Público Estadual (MPE), que também contribuiu nas investigações desencadeadas pela Polícia Federal na Operação “Sangue Frio”, que constatou fraudes no setor de oncologia do Hospital Universitário e Hospital do Câncer Alfredo Abrão.

Na sexta-feira, a primeira atividade da CPI foi a visita aos atuais diretores do Hospital do Câncer. Flavio Cesar está tentando confirmar para amanhã (23) uma visita aos dirigentes do Hospital Universitário.

Na próxima segunda-feira (27), às 16 horas, haverá sessão da CPI para oitiva dos integrantes do Conselho Estadual de Saúde. Está agenda para terça-feira (28), às 15 horas, visita ao diretor-geral da Polícia Federal no Estado.
Uma das oitivas mais esperada, com José Carlos Dorsa, ex-diretor do Hospital Universitário, está marcada para quarta-feira (29).

Seguindo o Regimento – O presidente da CPI da Saúde, Flavio Cesar, garante que está seguindo fielmente o Regimento Interno da Câmara na realização de diligências e oitivas de convocados. “Estamos fazendo um trabalho mais transparente possível”, afirmou ele.

Explicou que os vereadores que não integram a CPI também podem participar das audiências, embora não possam dos “debates”, como prevê o artigo 82, parágrafo 7º, do Regimento Interno da Câmara. “Mas podem mandar perguntas por escrito à Mesa da CPI”, explicou o vereador.

Na primeira oitiva, ontem, a vereadora Luiza Ribeiro (MD) chegou a fazer um questionamento, mas foi avisada por Flávio sobre a necessidade da via escrita. “Mesmo assim remeti isso à Procuradoria Jurídica da Casa para dar um parecer”, disse Flavio Cesar.

O líder do prefeito Marcos Alex (PT) também queria informações, durante a mesma oitiva, sobre aparelho de radioterapia do HU, mas foi avisado que o momento oportuno será na reunião com os integrantes do Conselho Estadual de Saúde. “A competência aí para dar explicação é do Conselho Estadual”, argumentou Flavio, em visita ao Campo Grande News esta tarde.

 

 



PIADA ISSO, DEVERIAM CHAMAR ERA O SECRETARIO DO NERSINHO
 
Paulo Barbosa em 22/05/2013 19:43:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions