A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

09/06/2016 10:35

Sem histórico político, ex-Sebrae pode ser vice de Rose em Campo Grande

Fernanda Mathias e Leonardo Rocha
Rose diz que quer vice com perfil empreendedor (Foto: Leonardo Rocha)Rose diz que quer vice "com perfil empreendedor" (Foto: Leonardo Rocha)

Cotado como vice na chapa do então pré-candidato Sérgio Longen (PR), o ex-diretor do Sebrae/MS Cláudio George Mendonça (PR) pode ser vice na chapa da vice-governadora, Rose Modesto (PSDB), disputando a prefeitura de Campo Grande. Desconhecido politicamente e com passagens por organizações como Sebrae e Famasul, Cláudio se desincompatibilizou do posto para disputar as eleições.

Longen desistiu do pleito e se manteve à frente da Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul). Nesta manhã, Rose confirmou que Cláudio pode ser o escolhido e justificou: “a gente busca alguém com experiência no empreendedorismo que possa contribuir projeto técnico de gestão . O nome do Cláudio está sendo discutido sim dentro do partido por sua experiência em gestão e por ser um nome já conhecido por seu trabalho feito no Sebrae”.

Rose também informou que conversando com alguns partidos, entre eles o próprio PR, PSB e Solidariedade, e que a ideia é formar um grupo “que tenha um projeto para Campo Grande”. “A cidade nunca passou por um momento tão difícil”.

Reforçando que a proposta é eleger alguém com experiência em empreendedorismo, Rose garante que até o fim do mês sairá o nome do candidato a vice-prefeito em sua chapa.

Investigação – Sobre a investigação do MPE (Ministério Público Estadual) complementar à operação Coffee Break, em que passa a constar entre os investigados, Rose afirma que não é surpresa, uma vez que a investigação teve início em 2014 e todos os que votaram a favor da cassação do prefeito, Alcides Bernal (PP), foram chamados a prestar depoimento.

“Não existem evidências nem elementos conta mim”, disse Rose, alegando que não acredita em prejuízo à sua candidatura. “Não respondo a nenhum processo e o voto na cassação do Bernal foi técnico baseado em dados e informações”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions